Feliz 2015!! Minha Perspectiva de Montagem

Pessoal!

Feliz 2015! Ontem eu postei a minha retrospectiva de 2014. Agora vamos falar da minha perspectiva, que é ambiciosa, são muitos modelos. Farei na verdade uma galeria de fotos de aviões reais que eu gostaria que virasse modelos de papel na escala 1/100 em 2015.

Obviamente não conseguirei montar todos, mas o desejo fica.

Um bom ano para todos e todas os meus visitantes!

Retrospectiva Modelista 2014

Bem amigos e amigas, mais um ano que se vai e mais uma vez é tempo de nossa Retrospectiva modelista, que esse ano teve recorde de montagens!

Para acessar a página clique AQUI.

Ou então vá na aba no Taller que é sem erro.

Um feliz 2015!

Ultimos Modelos do Ano: Dassault Falcon 20 e Grumman HU-25 Guardian.

Bem amigos e amigas!

Apresento os três últimos modelos de 2014, para variar da Murph’s Models, dessa vez é o bastante conhecido jato Dassault Falcon em sua versão 20 e a parte americanizada o Grumman HU-25 Guardian.

2317862 Dassault.falcon20.g-frak.arp

O Dassault Falcon 20 e as suas versões americanizadas produzidas pela Grumman, conhecidas como HU-25 Guardian, desenvolvido inicialmente para uso da Guarda Costeira americana com sensores de vigilância para orientar os barcos da Guarda Costeira no sentido de coibir a entrada de entorpecentes e imigrantes por via marítima nos Estados Unidos nos anos 80 e 90, foi utilizado até a primeira década do século XXI, sendo a ultima aeronave de asa fixa operada pela Guarda Costeira Americana, encerrando uma longa tradição dessa força. A NASA operou alguns exemplares que foram utilizados para medir o degelo da calota polar no Ártico. A versão civil representada aqui é que é a mais interessante, pois é um dos primeiros cargueiros operados pela FEDEX no início dos anos 70. O seu fundador Frederick W. Smith teve a idéia de ao criar o serviço de courier usar jatos rápidos, e após muita pesquisa, decidiu pedir a Dassault que adaptasse o seu jato executivo Falcon em um pequeno cargueiro, para ter ao mesmo tempo velocidade e capacidade de pousar em pequenos e médios campos de pouso espalhados pelos Estados Unidos. Com uma frota de cinco ou seis desses iniciou o serviço que hoje é um sucesso, revolucionou o mercado de cargas, sendo superior a muitos serviços postais convencionais, em velocidade, qualidade e preço…

Alguns Aspectos da Montagem:

IMG_3267 IMG_3266 IMG_3265 IMG_3261 IMG_3260 IMG_3259 IMG_3258

Até a próxima… :)

Mitsubishi A6M2-K Scissors and Planes na 1/100

trainer0

Mais um finalizado talvez o último do ano (ainda tenho quatro modelos na lista) mas acho que vão ser finalizados em janeiro. Desta vez é um assunto comum, o famoso caça da Marinha Imperial Japonesa durante a II Guerra Mundial, o Mitsubishi A6M2 Zero, porém numa variante incomum: O A6M2-K, versão de treinamento de duplo comando, meu exemplar em particular pertence ao Konoike Kokutai baseado na Prefeitura de Kobe no Japão em 1944, está configurado para rebocar alvos. Modelo da Scissors and planes com grandes melhoramentos e kitbashs: cockpit da Tri Krapki, cownling e trem de pouso do Zero da Modelart e mecanismo de reboque full scratchbuilding…

Petlyakov Pe 8 e GAZ M1 – Murph’s Models e Robotechnik na 1/100

PetlyakovPe-8

Depois de mais de um mês trabalhando na bancada eis que surge mais um modelo e esse é especial: Trata-se do bombardeiro estratégico soviético Petlyakov Pe 8. Desenvolvido na metade da década de 30 inicialmente pelo OKB Tupolev através de um de seus designers chefes Vladimir Petlyakov, inicialmente chamado de ANT-42, foi a resposta de um requerimento da VVS em 1935 para um bombardeiro estratégico que pudesse suplementar o Tupolev TB-3. O Pe-8 era uma extrapolação natural de design do Tupolev SB-2 porém bem maior e com avançadas características para a época, sendo que nenhum avião ocidental de bombardeiro estratégico estava em sua categoria (exceto o Boeing Model 299, o protótipo do B-17), tinha sistema elétrico complexo e avançada radio-navegação para a época, além de possuir um motor extra interno (no caso um Klimov M100) que superalimentava os quatro motores V-12 Mikulin A