USS Hautington – Tanque de Deutério

Um modelinho feito para desestressar, o tanque de deutério classe J da Frota Estelar, para quem não sabe o deutério é o combustivel dos reatores M/AM (matéria / anti matéria) das naves estelares, em geral são cristais extremamente radioativos e voláteis, precisam estar em tanques de contenção, essa nave é um antigo cargueiro expresso classe P que foi adaptado para levar os ditos tanques.

Modelo de minha autoria na escala 1/1700…

Este modelo em breve estará disponível para download na seção aqui no blog e em diversos fóruns…

Até a próxima…

 

Projeto MSX Shooter Heroes – Volume 1

Bem amigos, finalmente iniciei a minha coleção de Scratchs de naves de jogos de video-game em paralelo ao projeto Shooter Histórica.

O primeiro volume de dez naves, tem como tema o meu querido e saudoso sistema MSX, com alguns jogos que marcaram a minha adolescência nos anos 80 e início dos 90.

Esses scratchs, como no caso do projeto Shooter Histórica, são feitos com vários materiais, em geral de baixo custo como o Epoxy, papel cartão e canson e massa de biscuit, pintados com tinta acrílica.

Tenho já um modelo finalizado e em breve devo estar publicando uma página na Artesania do Peres sobre o tema. Na lateral já tem um Widget com os modelos de naves e seus respectivos jogos.

Mas para atiçar as formigas, os scans da capa de todos eles (menos do Anaza que eu não achei na Internet)

Dois novos projetos iniciados em scratch: Space Manbow e Truxton Ship – Projeto Shooter Histórica Vol 1

Bem gente reativando o projeto, inicio hoje o scratch de mais dois micro-modelos da minha coleção: A nave do jogador no game Space Manbow, o único jogo de nave que a Konami fez para o MSX 2, e considerado uma de suas obras primas e a nave Truxton do jogo de fliper e Megadrive que tem o mesmo nome.

Lembro como se fosse hoje: Em 1989 ou 90 (não lembro mais…)  finalmente consegui transformar meu Expert em 2, o kit de transformação foi comprado na Digimer que na época era uma lojinha pequeninha que vendia não apenas bugigangas de MSX, mas de todos os sistemas que existiam no Brasil naquele tempo: Apple, TRS-80, ZX, IBM PC e até mesmo o Amiga. Obviamente com o computador montado e kit instalado na loja, fui correndo a minha soft house favorita que ficava em uma sala no quarto andar do edifício SULACAP na Av Borges de Medeiros aqui em Porto Alegre  e comprei Space Manbow, Vampire Killer e outros jogos megaram de MSX 1 entre eles Super Laydock e os Nemesis, enfim era tanto jogo, que o meu pai (que saudade) foi na Casa dos Gravadores e comprou mais um joystick do Expert (um dos melhores joysticks de manopla já feitos até hoje). Space Manbow me impactou desde o primeiro dia que joguei, e passados mais de vinte anos daqueles saudosos dias de verão ainda me divirto jogando no BlueMsx esse grande clássico.

Voltando a falar da nave, ela tem planos cruciformes numa fuselagem pequena onde o motor é desproporcional em relação ao cockpit, vamos ver o que posso fazer, me parece ser bem menor por exemplo que a Vic Viper. A idéia é usar Epoxy e papel sulfite ou Canson  em diferentes gramaturas, ainda estou pensando se irei pintar a nave de cinza claro, ou vou utilizar o papel branco como base. Também decidi em fazer uma das armas auxiliares, tudo montado em um pedestal. Vamos ver o que sai.

O Truxton tmabém chamado de (Tatsujin)  é um daqueles shooters insanos da Taito ( na verdade de uma subsidiária a Toaplan), trata-se de um dos melhores jogos do estilo ao meu ver e um dos mais característicos dos anos 80.  A minha primeira experiencia gamer em 16 bits, foi jogando Truxton que foi um dos primeiros jogos de Mega Drive lançados no Brasil pela Tec Toy junto com o video-game da Sega de mesmo nome. A coisa mais divertida além do nível de dificuldade que ficava insano lá pelas quebradas era a bomba que tu podia jogar nos inimigos, que era uma mega caveira, bah ter isso dentro de casa, naquela época era o máximo…

A nave do jogo que nem sei o nome e chamei de Truxton, é um design muito interessante, ela é um caça grande com três canopys e uma asa circular, com os motores encastrados, muda de cor de acordo com a arma que o jogador está usando, diria que é quase uma corvetta, esse vai ser interessante de fazer, ainda estou pensando se vou fazer os satelites auxiliares. A cor já decidi: vai ser o laranja avermelhado do primeiro tiro quando o jogador começa.

Estou por enquanto fazendo os desenhos para construir as réplicas e coletando referências, na net a coisa tá braba, pois quase não existem referências a respeito. No caso do Space Manbow, estou utilizando o cinematic do final do jogo que tem um belo close da nave de lado, salvei várias print screen no emulador e já tenho uma idéia do processo construtivo, quanto ao truxton, vou ter que usar exclusivamente os sprites do jogo, dando uma “adivinhada” da parte de baixo, esse jogo tem loop end, e nunca cheguei ao final dele (para os meus parcos recursos gamers é uma tarefa impossível) nem em emulador e nem no Megadrive.

Assim que tiver updates eu vou postando aqui. Outro estudo que já começou sob encomenda é a nave do jogo Axelay, que tem formas bem complexas vou ver o que é possivel fazer para simplificar o processo e quem sabe gerar cópias de resina…

Até a próxima!!!

Black Tiger – Patulha Estelar

Olá a todos e a todas!

Mais uma reportagem! Dessa vez é sobre o clássico caça Black Tiger do antológico desenho Patrulha Estelar, e o scratch que construí desse mesmo assunto.

Não há muitas fotos do processo de montagem, mas acredito que com as explicações já dá para ter uma idéia do processo de confecção. Vocês podem visualizar o artigo aqui ou no Menu Artesania do Peres. Uma boa leitura…

Mais uma página adicionada: A minha saga Wing Commander

Amigos! É com prazer que apresento mais uma página na seção Plunct Plact Zum, dessa vez abarco a minha coleção de naves Wing Commander.

De todos os jogos de computador que joguei na década de 90, acho que com certeza um dos que mais me impactou e de certa maneira até influenciou o meu gosto na Ficção Científica, foram os jogos da Saga Wing Commander e talvez no mesmo estilo os jogos Freespace e Freespace 2, tanto que ainda jogo volto e meia o Wing Commander 2 no DOSBOX e o mod Standoff para o jogo Wing Commander Prophecy, desenvolvido pelo meu amigo Eder Vieito (yes um Brazuca rulando na comunidade WC).

O que mais chama a atenção nos jogos WC são os desing das naves, tem alguns que são soberbos, e rendem belos modelos não apenas em papel mas em qualquer média que for representada, constituindo-se num belo assunto de ficção científica.

Lembrando que todos os modelos estão disponíveis para download no site papercommander.

Para conferir de uma olhada aqui

Mais uma atualização, dessa vez na área da Ficção Científica, e com um clássico: USS Enterprise NCC-1701

Olá amigos e amigas! Apresento mais uma atualização, dessa vez na seção Plunct Plact Zum, o modelo da ocasião é a grande nave clássica USS Enterprise NCC-1701 do seriado clássico dos anos 60 Star Trek.

Imortal...

Este modelo, foi desenhado por mim, a partir de um MOD para o jogo de computador Star Trek – Bridge Commander, originalmente na escala 1/1000, esta versão que montei, a reduzi para a escala 1/1700, que é a minha padrão para coleção de naves deste universo. Espero que vocês apreciem. Em breve o modelo estará disponível para download aqui no Blog, de gratis ;).

O endereço direto para visita é: http://www.clubedocanhao.com.br/blogs/blogdopericles/?page_id=171