Um preview: Kawanish H6K4 “Mavis” e Isuzu TX 40 Type 89 na escala 1/100

Mais um projeto  sendo constituído para a minha coleção japonesa  da II Guerra Mundial, dessa vez é o imponente Kawanishi H6K Mavis, hidro-aviã de patrulha da II Guerra Mundial.  Com o codinome aliado “Mavis” o Kawanishi H6K era conhecido também pelo serviço militar nipônico como “Hidroavião de Longo Alcance Type 97″ – 九七式大型飛行艇

H6K-Type97-Mavis-f

A idéia é realizar esse teste para o amigo Aaron Murphy da Murph’s Models, o modelo original está na escala 1/63 o que o deixa muito grande, até mesmo na 1/100 o modelo já é grande o suficiente, com envergadura de 40 cm. Aqui vemos a construção do primeiro grande subconjunto com as asas finalizadas.

Como o modelo tem trem de pouso de praia, peguei um caminhão Isuzu TX 40 Type 89 da Scissors and Planes já na 1/100 e montei com a idéia de fazê-lo rebocando  o Mavis quando este estiver pronto. O caminhão já está montado como vocês podem ver nesta galeria abaixo.

Espero em breve ter novidades a respeito dessa montagem que pretendo terminar em duas semanas mais ou menos.

Kyoshu K11W1 Shiragiku – Ned Reif – 1/100

Mais uma adição que estava longamente sendo gestada na bancada, um avião japonês da II Guerra bem interessante e raro: O Kyushu K11W1 Shiragiku, uma aeronave de treinamento multi-função da Marinha Imperial Japonesa, o K11W foi desenhado para treinar os pilotos e tripulações de bombardeiros de ataque em todos os aspectos, ataque, navegação, manobras. Essa aeronave não tinha equivalentes nas nações aliadas, lembra sob diversos aspectos o N.A. O-47 embora o avião americano foi desenhado para observação. O K11W também foi utilizado para patrulhas ASW e ataques Kamikaze no final da guerra. Este modelo foi desenhado no Metasequoia e no Pepakura, depois colorizado no Inkscape pelo meu amigo Eduard Reif, especialista nestas raridades japonesas.

Grumman F7F-2N Tigercat na escala 1/100

O Grumman Tigercat, chegou tarde demais para atuar na II Guerra Mundial. Mas ainda assim é um dos mais impressionantes aviões navais desenvolvidos durante o conflito, feito sob medida para os novos super porta-aviões da US Navy da Classe Essex, esse grande bimotor deveria ser uma máquina de superioridade aérea e defesa de frota. Os primeiros tornaram-se operacional umas poucas semanas antes do dia VJ. Após a guerra sua vida operacional foi bem curta, pois os caças com motores a pistão foram rapidamente suplantados pelos primeiros caças a jato. No entanto uma variante biplace: o F7F-3N equipado com radar foi muito utilizado como caça noturno na Guerra da Coreia pelo USMC com notável sucesso. No fim dos anos 50, já aposentados, alguns foram vendidos a aviação privada que os transformou em aviões bombeiros. Alguns Tigercats ainda voam como warbirds nos dias de hoje e muitos estão preservados em museus. Modelo beta teste do editor Thaipaperwork. Representa uma das poucas máquinas que entraram em serviço logo após a II Guerra Mundial na Marinha Americana. Este modelo está a venda na Ecardmodels.

Aerocommander (Rockwell) 500 (U-4B) na escala 1/100

O Aerocommander 500 foi uma aeronave de transporte leve bastante popular nos anos 50 e 60 no mercado privado dos EUA, mas também muito utilizado por diversas Forças Aéreas entre elas a USAF. Essa aeronave relativamente desconhecida tem duas curiosidades muito interessantes: A primeira, os engenheiros que desenharam o Aerocommander são os mesmos que projetaram o famoso Douglas A-20 Havoc da II Guerra Mundial, a asa e o berço dos motores é exatamente igual ao clássico bombardeiro. A segunda é que o Aerocommander foi utilizado no período dos anos de 1955-60 pelo presidente Eisenhower, para viagens curtas, sendo o menor “Air Force One” já utilizado, sendo o primeiro avião presidencial dos EUA com a tradicional pintura azul e branco. Muitos ainda voam nos dias de hoje e para época era um avião privado bastante luxuoso. Os modelos em dose dupla também desenhados pela Murph’s Models, um deles justamente representa o Air Force One e o outro uma máquina da USAF em operação no Alaska no início dos anos 60.

Novo Modelo Finalizado! Kyushu J7W1 Shinden – Murph’s Models

Mais um modelo para a minha coleção 1/100 e outro do tema “protótipos”, dessa vez é o estranho Kyushu J7W1 Shinden, um caça interceptador baseado em terra que deveria ser ou propulsionado à jato ou por poderosos motores então em desenvolvimento entre 1942 e 1943 no Japão. Sua incomum configuração estava voltada ao desenvolvimento de capacidade ascencional e velocidade, já que em 1945 ao final da II Guerra Mundial o Japão metropolitano estava sendo reduzido à cinzas pela campanha de bombardeiro estratégico dos Estados Unidos. Apenas dois exemplares foram construídos, sendo que destes apenas um voou e por um curto tempo. Modelo da Murph’s Models na escala 1/30, mas reduzido por mim para a nossa familiar 1/100.