Guia de Montagem: Max Holste 1521 Broussard 1/100 – DGA

Neste guia de montagem vamos tratar da montagem do Max Holste 1521 Broussard, o meu segundo modelo finalizado nas férias de verão de 2013…

Imagem

Este interessante avião, muito semelhante em potência e tamanho ao DHC Beaver, foi uma encomenda do Exército Frances para uma aeronave de ligação STOL, que pudesse substituir os MS 500 (Fieseler Storch), nas funções de transporte, desembarque de tropas e ligação.

Imagem

Foi desenvolvido no início dos anos 50, sendo amplamente utilizado pelos franceses no conflito Argelino com grande sucesso. Muito do desenvolvimento do 1521, deve-se ao grande ás Pierre Closterman, que apoiou a construção dessa máquina, tendo ele mesmo voado na Guerra da Argélia Broussards no esquadrão ELO 3/45. 363 unidades foram construidas entre 1954 e 1959, sendo bastante exportadas. Muitas ainda voam nos dias de hoje.

Imagem

A Força Aérea de Portugal adquiriu em 1960 cinco unidades do 1521 e as utilizou na guerra de Angola. Infelizmente a FAP não teve o mesmo sucesso com esse tipo que os franceses tiveram em seu conflito colonial. Um exemplar foi abatido por fogo anti-aéreo e duas unidades tiveram acidentes em aterrisagens (aterragens). Pelo que li, não era muito facil pilotar esse avião.

Imagem

Um dos meus hobbys paralelos é voar no Flight Simulator os aviões que monto, vou ver se instalo o Broussard e ver a besta em ação ;)

General characteristics

Crew: 1
Capacity: 5
Length: 8.65 m (28 ft 4½ in)
Wingspan: 13.75 m (45 ft 1¼ in)
Height: 3.65 m (12 ft 0 in)
Wing area: 25.20 m2 (271.26 ft2)
Empty weight: 1530 kg (3373 lb)
Gross weight: 2500 kg (5512 lb)
Powerplant: 1 × Pratt & Whitney R-985-AN-1 radial piston engine, 336 kW (450 hp)

Performance

Maximum speed: 270 km/h (168 mph)
Service ceiling: 5500 m (18045 ft)

O modelo que irei montar é do editor eletrônico DGA (Design Group Alpha) e está a venda na loja virtual http://www.ecardmodels.com, este modelo já está nas cores da FAP quando as aeronaves entraram em serviço (a mesma do profile acima). Foi desenhado por Guido Van Roy, é um modelo simples sem formers internos, mas que bem montado pode se transformar em uma bela réplica de uma aeronave incomum, espero que na quinta-feira eu possa começar esta montagem.

Até lá.

Imagem

Imagem

O modelo foi impresso em papel opaline, 120g, também chamado de diplomata, é um papel excelente para impressão em jato de tinta e papel modelismo.

Imagem

Imagem

Começamos pela fuselagem, cortei ela inteira preparei as abas de colagem, o segredo neste caso é deixar os cantos vivos e arredondados, para isso usei uma ferramenta de metal cilindrica, um agulhão para fazer.

Imagem

Colamos a fuselagem, ate aqui sem problemas na montagem. Lembrando que as quinas brancas foram pintadas nas cores adequadas com aquarelas (aguarelas).

Imagem

Imagem

Imagem

Voltando aos trabalhos na fuselagem, preparei o cownling e o motor, nesse caso uma peça simples, representada pela face do mesmo digitalizada com a cubo do motor como peça proeminente.

Imagem

Imagem

Posteriormente, colei o conjunto na fuselagem, para manter ajustado usei o artificio de usar prendedores de cabelo (ferramentas de manicure ou manicura não sei bem como é a palavra no português de Portugal, sõa excelentes para o papel-modelismo).

Imagem

O conjunto finalizado.

Imagem

Imagem

Terminei então os detalhes no cownling.

Imagem

Imagem

Imagem

Instalei a caixa de redução.

Imagem

Imagem

Posteriormente preparei as asas, elas tem uma seção central que funciona como um perno, para encaixar as partes externas, é um artifício simples de montagem, porém muito efetivo.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Aqui vemos a instalação das asas, rápido e simples, o segredo é observar o corte seccional das mesmas para conformar, no caso do Broussard apenas a parte de cima do aerofólio é curva…

Iniciei a construção da cauda…

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Todas as fotos da construção desta etapa, notem que os profundores são bem “vivos” o designer usou uma técnica que permite o recorte dos profundores na colagem. Posteriormente fabiquei o timão lateral, peças sem grandes dificuldades…

Imagem

Imagem

Imagem

Aqui está o conjunto finalizado, o colei com cola PVA de secagem lenta para ir ajustando e alinhando com a fuselagem.

Imagem

Imagem

Imagem

Aqui vemos as pernas do trem de pouso, para conformar a peça e ao mesmo tempo dar resistência, eu uso material ortodôntico, no caso amarrilho de aço inox, na espessura apropriada (0,030mm) cortado no tamano correto preservando as áreas de colagem.

O mesmo processo foi feito para os montantes das asas.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

A peça tem um alinhamento simples, a consulta a fotografias foi suficiente para determinar a exata localização das peças, com a secagem da cola PVA foi aplicada uma pequena gota de cola CA nas emendas para reforçar.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Preparei as rodas e instalei no devido lugar…

Imagem

Imagem

Aqui vemos o radiogoniômetro, curvei a peça e a instalei no lugar…

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

As entradas de ar do motor e o filtro de óleo…

Imagem

Conjunto finalizado.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Detalhes cosméticos, a escada de acesso e os braços dos lemes…

A hélice…

Imagem

Imagem

Imagem

O spinner tem um pequeno truque: ele foi conformado com uma ferramenta de confeiteiro cônica, foi bezuntado de cola CA, depois de sco as imperfeições foram lixadas e o spinner foi novamente pintado, o resultado fica bom…

Agora vamos aos “extras”.

Imprimindo um segundo set do modelo obtemos nas cores apropriadas as antenas ausentes no kit…

Imagem

Imagem

Desculpe a repetição da foto, mas nela mostra as antenas embaixo da fuselagem…

As antenas tipo chicote foram obtidas através de agulhas de acupuntura (uma boa idéia aos irmãos do plasti, inclusive para escalas como 1/72 e 1/48).

Imagem

Imagem

Imagem

O tubo pitot também foi feito da mesma maneira.

Apliquei com aerógrafo uma capa de verniz semi-brilho e dei o modelo como finalizado.

Imagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>