Guia de Montagem: Curtiss A-12 Shrike 1/100 – Oddball/FG

O Avião:

O Model 60 ou A-12 foi um desenvolvimento superlativo do Curtiss A-8, entre as maiores difrenças além de um recompleto desenho do canopy está a adoção de um motor radial em detrenimento do pesado e complicado motor em linha da versão A-8. A predileção por radiais por parte dos militares norte americanos principalmente para aviões de ataque, justificava-se pelo reduzido tamanho (mais dificil de ser atingido por fogo anti-aéreo) e por ter um sistema bem mais simples de refrigeração.

Zoom in (real dimensions: 800 x 527)Imagem

O chamado A-12 teve um pouco mais de sucesso e uma produção um pouco maior que a versão anterior. Porém foi logo suplantado por outras aeronaves mais modernas e numa mudança na mentalidade estratégica do USAAC que preferia para o perfil de ataque aeronavs bimotoras..

Zoom in (real dimensions: 550 x 380)Imagem

Um pequeno lote foi enviando aos Chineses Nacionalistas em 1936, foram utilizados no perfil de ataque, obtendo alguns êxitos contra a aviação naval japonesa como vetores de caça. Porém em sua função original como avião de ataque o Shrike se mostrou lento e vulnerável se revelando um fracasso. A Força Aérea Koumitang acabou os relegando para treinamento.

Zoom in (real dimensions: 800 x 459)Imagem

Nos EUA o A-12 nunca foi utilizado em combate, embora vários deles estivessem estacionados no campo Wheller no Hawai ao tempo do ataque de Pearl Harbor. Os últimos foram retirados de serviço em 1942.

Zoom in (real dimensions: 577 x 800)Imagem

Para quem não está familiarizado com montagens em papelmodelismo. Vamos a algumas considerações.

Para as montagens na escala 1/100 eu utilizo papel sulfite 120g em geral esse papel absorve muito bem a tinta nas impressões jato de tinta, tem uma boa tração mecanica, impedindo a quebra das fribas na hora de realizar dobras ou conformações nas peças do modelo. É barato e fácil de achar.

Para o preparo das peças utilizo no corte apenas estiletes afiados, um olfa de nº 15 para peças curvas, un bisturi cirurgico Nº 11 para cortes retos e um etilete xingling que imita o olfa para cortes sequenciais e repetitivos (como as abas de colagem). As quinas brancas eu pinto ou com hidrocores ou com aquarelas.

Para formar as peças, utilizo boleadores, agulhas, hastes de metal, e todas as peças são frontadas na palma da mão ou em cima de uma borracha. Peças maiores como asas sã frontadas em superficies macias como a parte de cima da perna, ou então em cima de uma revista.

Para as colagens depois de muita tentativa e erro, três tipos de colas: de isopor, de glicerina de bastão e uma cola branca especial da Daiara para scrapbook.

A impressão foi feita com uma Epson Bulk-Ink L200 em modo fotográfico.

Indo para a montagem propriamente dita, começei cortando as pelas que compõem a fuselagem a raiz da asa e os formers do cockpit.
Apesar do designer não gostar de formers esses que simularam as paredes trasieras do cocpit são amplamente necessários pois ajudam a dar a forma bastante peculiar da fusleagem do A-12.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Pintei todas as quinas brancas com tinta aquarela azul…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Posteriormente montei os segmentos…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Iniciei a montagem da fuselagem pela seção central por causa dos formers, estes por sua vez não foram laminados, utilizei o recurso de duplicidade da própria peça. Duas abordagens de construção podem ser aplicadas aqui: A primeira que é mais complicada é colar os formers na raiz da asa, em posições que já estão marcadas e a partir dali colar os segmentos centrais da fuselagem, ou então colar a fuselagem nos dois segments centrais, abrir os orificios, inserir a raiz da asa e então inserir os formers. Optei por esta segunda possibilidade que me pareceu mais fácil e obtive sucesso.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Posteriormente com a cola bem seca, parti para a montagem dos outros segmentos da fuselagem.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Valeu Joel!

Vamos a continuidade da nossa montagem.

Nesta seção preparei as superficies alares do nosso amigo. Inicialmente construí os suportes da asas que já oferecem a regulação para o diedro correto.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Posteriormente, cortei e preparei as asas, leme e estabilizadores, vincando as abas de colagem e pintando as quinas brancas com amarelo

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Iniciei pela colagem das asas, elas foram fixadas com cola para isopor, pois ela não provoca deformações no papel em grandes áreas de colagem…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Montei a cauda sem problemas. Notem que as pontas tanto das asas quanto da cauda não estão coladas ainda, isso serve para regular se necessário a corda da asas, depois de tudo ajustado eu fiz a colagem das extremidades.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Verificado o correto alinhamento selei as pontas das asase cauda…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Fiz os assentos do piloto e artilheiro, são peças simples que ajudam a falsear o interior, que é um prato cheio para acresencetar um belo add-on a escolha do modelista.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Colei-os no lugar.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Nesta seção também tratei de um tema delicado: as raizes de todas as superficies alares. Apesar de serem peças simples elas demandam muto cuidado na hora de colar, pois preciam ser muito bem resolvidas, sobre pena de ficarem grandes fendas ou desalinhamentos nas superfícies.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Começei com as raizes das asas, normalmente colo aos poucos começando pela parte de baixo. É uma tarefa delicada que necessita de paciência, em alguns casos usos agulhas e outro objetos para manter a altura e a corda na hora da colagem, como é o caso nesta fotografia abaixo…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Depois de algumas horas secando, fizemos o mesmo procedimento com as raízes dos estabilizadores…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

É extremamente importante utilizar poca cola nesse tipo de montagem.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Posteriomente fabricamos a raiz do leme…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Eis os resultados até o momento…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Bem amigos, retomamos a montagem com a construção das polainas do nosso camarada, são peças simples que necessitam serem curvadas e coladas e dão todo um charme especial ao modelo.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Notem que em peças desse tipo a colagem sempre deve começar por uma das pontas…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

A polaina da bequilha…

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

Rodas…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui o conjunto montado com as carenagens das .50 que iam nas polainas, acabei me esquecendo de fotografar essa etapa, mas é simples como podem ver nas fotos…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Finalizando essa etapa de montagem, partimos para os detalhes nas polainas, que consistem em braços de apoio e os pontos do tirantes das asas.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

Eu utilizo uma agulha para dar a forma curva ao shape desse tipo de peça.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui vemos as mesmas instaladas, é interessante consultar documentação para saber se estão exatamente no lugar correto.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Parti para uma pequena etapa que é a de colocar uma série de detalhes na fuselagem além do canpy traseiro.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Começamos preparando a peça do canopy traseiro a curvando em cima de uma borracha.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Notem que a área de colagem é pequena, então preparei tabs internos para auxiliar o encaixe e a colagem na fuselagem…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Vejam como essa medida simples melhora a construção.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Uma visão geral do modelo até o momento.

Preparamos então os montantes das asas, sao peças pequenas, notem que as extremidades foram dobradas com uma pinça…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Cortei o parabrisa e as carengens do motor…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Depois de os montantes das asas secos, os colamos nas áreas indicadas começando pelo ponto da fuselagem, deixando secar e colando então os das asas…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Apoveitei enquanto secava e montei as carenagens e o parabrisa.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Colei o parabrisa começando pelo centro da peça e depois pelos lados e posteriormente as peças das entradas de ar/oleo do motor.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aaron fornece uma metralhadora para o artilheiro de cauda, mas ao contrário do A-8, para manter as linhas deste Shrike limpas optei em não utilizar na montagem.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aspectos gerais. O modelo está 75% pronto…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Indo para a parte final da montagem, tratamos de uma peça sensível, o motor cyclone, que neste caso está muito bem representado, começamos cortando todas as peças que compõem o mesmo, entre elas os cilindros com suas tampas, a caixa de redução e o bloco.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Iniciamos com a montagem dos cilindros que tem uma forma bem característica, é um trabalho repetitivo e por que não dizer tedioso mas que vale a pena…

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

O motor finalizado…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Começamos então a montar o cownling, uma peça sensível composta por vários cones e semicones truncados, iniciamos pela parte de trás. indo até o “equador” da peça que é o anel maior.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Anexamos e instalamos o motor colando então o ultimo anel do cownling.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

O modelo quase finalizado…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui o escape.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Bueno, agora preparamos os detalhes finais do nosso modelo, focando inicialmente no rigging que é bastante simples e se concentra basicamente nas asas.

Para quem não está acostumado com as minhas montagens, o material que utilizo para simular cabos é um amarrilho cirúrgico de aço bastante fino que é vendido em retas, para instalar corto o segmento na medida certa, obtida com um compasso de transferência, o segmento é marcado com uma ferramenta de eletrônica (utilizada para remover componentes) e cortada com uma tesoura de unhas.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Observando a documentação disponível, comecei a instalar os cabos, sendo colados com uma pequena gota de cola CA em gel.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Parte de cima…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Parte de baixo.

Com um pequeno pedaço de papel Vivaldi, colorido na polpa de cor preta fabriquei os separadores dos cabos, Esse é um detalhe customizado, mas que dá bastante vida ao modelo.

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

Com a ajuda de um pequeno clamp, instalei com cola CA os separadores, novamente consultando a minha documentação, o segredo e construir as tiras com tamanho maior e depois ir cortando com uma tesoura adequada nos tamanhos corretos.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Finalmente montei o mastro da antena e instalei os cabos do rádio.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Ultimas peças: as que compõem a hélice, fácil de montar sem a ajuda de gabaritos pois há no cubo as marcações de posição de onde colar.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Uma boa capa de verniz UV e está pronto.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Finalizado :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>