Uma Introdução sobre o Papel Modelismo

Papel Modelismo

O que é afinal isso?
Modelismo de pobre ou uma nova categoria de hobby?


Olá pessoal!

Resolvi escrever esse artigo sobre papel modelismo ou papercraft (como chamam no exterior) por causa das grandes polêmicas no fórum da webkits, por insistência do meu amigo Marcus e por considerar essa uma oportunidade muito interessante de apresentar o assunto de uma maneira racional na tentativa de retirar o mérito da discussão sobre quem é melhor? Papel ou plástico.

O fato que mais chama a atenção é que o papel modelismo é o hobby que mais cresce na Europa e nos Estados Unidos, e também no Brasil, (no site de relacionamentos Orkut a maior comunidade de Papel Modelismo nacional tem mais de 6000 participantes e é a maior de todo o site, e o maior fórum de discussão internacional o Card Models Net tem perto de 600.000 membros) sendo que  o interesse por este hobby   é maior principalmente entre os jovens. Isto precisaria ser analisado com maior profundidade, mas talvez as maiores razões para este fato se devem a questão que apesar de ser uma modalidade de modelismo muito antiga (já existia na Europa na década de 30 do século XX), ela com o advento da internet sofreu uma “repaginação” (na verdade esse hobby acompanha a modernidade do momento, falaremos sobre isso mais tarde) com a troca de modelos e experiências via internet. Outro fator que acabou atraindo muita gente para esse hobby é o seu baixo custo, simplicidade em termos de material e ferramentas, facilidade de aquisição de modelos (apesar de existirem modelos comerciais que falaremos adiante, esse hobby se movimenta com os modelos gratuitos que são projetados por gente de todos os lugares do planeta e oferecidos para download). Além de todos estes aspectos, o papel modelismo oferece uma gama impressionante de modelos que vão desde castelos medievais, passando por figuras, carros, aviões, naves reais, de ficção científica, robôs e mechas, figuras humanas, animais, monstros, navios de todos os tipos, sendo que muitos, mas muitos modelos mesmo simplesmente não existem em plástico.

Primeiramente, eu gostaria de falar sobre a minha própria experiência pessoal sobre o assunto. Lido com plastimodelos a mais de vinte anos e redescobri essa categoria de modelismo por acidente navegando na internet em 2002. Tinha um modelo da AMT da USS Enterprise e estava atrás de referências dela para montar e procurando por resenhas de montagem dessa nave me deparo com um site com modelos de papel de algumas naves da série Star Trek (Miranda, Constitution e Saladim). O primeiro sentimento foi de incredulidade, por que sempre gostei de ficção científica, mas nunca a pratiquei no plasti por que ou achava caro demais ou o que eu gostava não existia em plástico.

Resolvi pesquisar o assunto e claro baixar os modelos e obviamente tentar montá-los, com o passar de alguns meses fui me apaixonando pelas possibilidades que existiam em torno da construção de modelos de ficção científica e com os resultados finais então depois de montar uns 40 modelos, me senti com prática suficiente para projetar os meus próprios “kits”. Em 2006 um problema familiar (um parente que mora comigo e que está com uma doença respiratória) me tolheu a possibilidade de continuar com os modelos de plástico em função de morar em um apartamento e ter problemas com os cheiros de cola e tinta e pó de poliestireno e durepoxy.

Como esta situação tende a se resolver somente a médio prazo, nada me restou senão guardar resignado o meu material de plastimodelismo e para não ficar parado investir nesse outro hobby que em termos de saúde e redução de danos dá de dez a zero em relação a segurança pessoal. E hoje o pratico abertamente e de forma séria sem medo de ser taxado de subclasse ou modelismo de pobre como alguns plastimodelistas desdenham. Isso é dogmatismo, provincianismo e ignorância. Embora, vamos deixar claro, ele e o plastimodelismo são hobbys diferentes e não podem ser comparados em um mesmo patamar. Tem coisas que o plasti reproduz fielmente e que o papel não consegue reproduzir, assim como tem  outras que o papel modelismo reproduz melhor que o plasti. Não quero entrar nesse mérito, quero apenas demonstrar as potencialidades desse tipo de modelismo e explicar por que ele cresce tanto, a ponto de várias IPMS no exterior abrirem espaços para os modelos de papel e existirem já em alguns países convenções de modelistas de papel.

O Papel modelismo, modelismo em cartão, paper model ou papercraft é uma arte muito antiga de modelismo, os japoneses e os chineses, já há desenvolviam através dos origamis e kaigamis ainda na idade média, consiste em construir modelos em três dimensões através de folhas de papel, que  eram posteriormente pintados. No século passado, antes do advento do plastimodelismo, era um hobby muito popular na Europa e nos Estados Unidos, junto com os modelos de madeira e metal. Com o surgimento da internet e da popularização dos computadores na década passada esse passatempo meio esquecido ganhou a partir de 1998/99 outro ânimo, com a comunicação entre entusiastas, surgimento de home pages com centenas de modelos disponíveis para download gratuitamente.

Exemplo de modelo de papel, Focke Wulf FW-190 (marca Digital Navy escala 1/33)

Exemplo de modelo de papel, Ford 32 Hot Rod (modelo gratuito escala 1/24)

No Brasil ele foi muito popular com o público infanto-juvenil nos anos 70 e 80 através de modelos que eram publicados nas revistas Recreio em suas páginas centrais e em algumas publicações especializadas e mesmo em promoções especiais que a Kellogs (Fabricante do cereal Sucrilhos) fazia nas suas embalagens, (os modelos eram oferecidos na parte de trás da caixa).

Além dos modelos gratuitos oferecidos na internet, existe uma série de modelos comerciais vendidos em forma de revistas e livros que são publicações correntes na Europa desde a década de 50, com o surgimento de programas 3D esses modelos ganharam um grau de precisão muito grande, com um número de detalhes em alguns casos superiores aos modelos de plástico.

Essas publicações são  provenientes na sua maioria da Europa Oriental (onde por uma série de razões esse hobby se manteve vivo durante os tempos da cortina de ferro e da guerra fria), as marcas mais famosas são: Maly Modelarz, GPM, Modelik/Modelcard, Halinski, Betexa, Schreiber Bogen, Model Kartonowego Fama, Wilhelmshavner,  e outras.

Com o renascimento desse hobby surgiram também empresas digitais onde você pode baixar o modelo e imprimi-lo em casa ou numa gráfica digital expressa, é o caso da Modelart, Kancho Iliev, Digital Navy, Thai Paper Work, Fiddlers Green e outras.

Exemplos de modelos comerciais montados: Boeing P-26 (Marek Pacinsky escala 1/33)

Jipe Willys MB (Modelik escala 1/25)

Estação Soyus Mir (ABC Magazine escala 1/100)

A grande revolução neste hobby, no entanto foi o surgimento de um programa para PC no Japão chamado Pepakura Designer em 1999. A sua função é  interpretar um modelo 3D com as suas texturas e o desdobrar em um kit pronto para ser impresso. Este programa com uma interface simples de se lidar, com preço módico é uma verdadeira fábrica de modelos. O uso deste software conjugado com ferramentas  para a fabricação de modelos 3D “low poly” (GMAX, Milkshape, Metasequoia) que são utilizadas para modificar vídeo-games foi certamente o que atraiu o público jovem para esta modalidade de modelismo, pois muitos jogos são construídos com a sua arquitetura aberta justamente para os usuários poderem modificar ou aprimorar elementos dos jogos, esses elementos (modelos 3D) acabam se transformando em modelos de papel, graças ao uso dessas aplicações. Então jogos como Hal Life, Homeworld, Final Fantasy VII, Star Trek Bridge Commander, Ragnarok, X Wing Alliance, a série Flight Simulator e Combat Flight Simulator podem ter praticamente todos os seus modelos 3D extraídos e transformados em modelos físicos de papel. As possibilidades são imensas considerando a quantidade de jogos que podem ter os seus modelos sacados e transformados em réplicas “físicas”.

Exemplos de modelos sendo desenvolvidos no Pepakura Designer (modelos do autor)

Assim embora os modelos comerciais vendidos digitalmente ou em forma de revista representem uma importante parcela do “mercado” para cada modelo comercial que surge, surgem por semana de três a quatro modelos de distribuição gratuita.

Um fato interessante é que o gênero ou categoria que mais cresce dentro do papel modelismo é a da ficção científica,  através de modelos extraídos de jogo de vídeo game, ou feitos do zero.

Exemplos de modelos de papel gratuitos sobre o tema da ficção cientifica…

Discussões a parte sobre o mérito da perfeição ou equivalência aos modelos de plástico, como nesses temos categorias distintas em termos de complexidade e qualidade, existem modelos como “toys” que são destinados ao público infantil, sendo praticamente sólidos produzidos por modulação (peças dobradas formando sólidos simples), modelos para RPG e Wargames e claro réplicas estáticas com uma infinidade de detalhes (existem modelos comerciais que tem nada mais nada menos que 1.200 peças!) e como no plasti existem escalas especificas e diferenças nítidas de qualidade entre os editores, assim como ocorre entre os fabricantes de modelos plásticos. Isto também acontece com os modelos gratuitos, alguns designers se sobrepõem a outros em termos de qualidade e complexidade dos seus trabalhos.

Exemplos de modelos altamente sofisticados, o Porsche escala 1/24 é da Mega Graphic e o PZL P-11c e o SBD-3 escala 1/33 são da marca Halinski.
O papel modelismo é indicado para escalas grandes, é com elas que se consegue um grande número de detalhes.

Vamos analisar agora as escalas mais correntes nos modelos comerciais

1:33 – É a escala “1/72” do papel modelismo.  Encontramos todo tipo de modelos de aviões de todas as épocas, sempre com um grande número de lançamentos. Desde aviões exóticos como Breguet XIX a aviões mais conhecidos da I e II guerras além de jatos e claro, alguns modelos em particular espantosamente grandes, como o B-52 (GPM), B-1 (Hobby Model), Tu-22 (Modelik) e o Tu-160 (Hobby Model)!!!! A diversidade de modelos é enorme, e o nível de detalhamento conseguido dependendo da marca é impressionante.

Algums exemplos de modelos de aviões escala 1/33: F6F-5N (marca Modelart), Yakovlev UT-1 (marca Kempfflieger), Tupolev Tu-160 (marca Hobby Model), Short Sunderland (marca Fly Model) e Boeing B-52 (marca GPM)

1:48 e 1:50 – Apesar de serem  escalas mais tradicionais no Plastimodelismo, com uma representação maciça de diversos modelos na área da aviação. Não é tão corrente no papel modelismo, mas ainda assim com um grande número de modelos, os editores digitais a utilizam muito como escala padrão e algumas marcas como a Modelo Kartonowego Fama e Quest andam lançando tipos significativos da II Guerra em pacotes duplos na forma de revista. As marcas alemãs HMV e Wilhelmshavner tem uma grande gama de aviões nesta escala em que se destacam o B-47 e o Douglas Skywarrior.

1:72 – Escala muito popular no plasti, no papel modelismo ela não é tão corrente, embora exista uma grande gama de modelos comerciais de blindados para wargames, alguns aviões  e modelos de ficção para RPG’s. Existem modelos de navios e submarinos que são reproduzidos nesta escala por alguns fabricantes.

Modelos de papel escala 1/72 do autor: Seversky BT-8 (modelo gratuito desenhado por Kampfliegger), Gloster Gladiator Mk I (modelo desenhado por Prudenziatti) e PZL P-11c (modelo Marek Pacinsky escala 1/50 mas reduzido para 1/72)

1:200 – Esta  escala típica para  navios relativamente incomum no plasti é a escala corrente para este tipo de modelo no papel modelismo!!! A quantidade de modelos é impressionante e bate de longe o que existe em catálogo no plastimodelismo, desde trirremas romanas, até navios a vela, vapores de todas as épocas, se destacam entre esses, modelos gigantescos dos Porta Aviões Nimitz (GPM) e do Forrestal (Fly Model) além de navios de todos os tipos das I e II Guerras Mundiais e de épocas modernas.

Diversos aspectos da montagem do porta aviões de escolta Gambier Bay (modelo marca Halinsky escala 1/200)

1:400 – Também é uma escala voltada para navios, com uma grande gama de modelos em geral waterline, quem introduziu essa escala foi o editor polonês JSC que tem em seu catálogo uma grande gama de belonaves militares da I e II Guerras

1:100 – Temos alguns navios e aviões nessa escala e pasmen: é a escala padrão para Dirigíveis, a firma JSC e a Fidllers Green tem uma pequena linha de dirigíveis nessa escala entre eles os Blimp, o Norge, e os Zepellins alemães.

1:25 – É a escala “1/35” no mundo do papel modelismo, quase todos os modelos de blindados são editados nesta escala e alguns impressionam pela riqueza de detalhes com esteiras link by link, interiores completos e claro modelos muito grandes como os canhões ferroviários Leopold e trens blindados russos e poloneses. A diversidade de modelos é enorme com alguns tipos somente fabricados em papel (Modelos de trens são incluídos nesta escala).  Alguns aviões são fabricados nesta escala pela GPM e pela JSC. E algumas empresas especializadas em carros de fórmula 1 e de competição como Mega Graphic e a Splintter usam essa escala para os seus modelos (seguindo mais de perto as convenções de escala adotadas para os plastimodelos).

Os modelos de blindados e outros veículos militares tem um grande número de detalhes inclusive os interiores acomodações para munição e motores.

1:16 e 1:18 – É a escala adotada para modelos de carros e motocicletas, embora alguns blindados possam também ser encontrados nessa escala (entre eles um magnífico SdKfz 250/3 escala 1/16 fabricado pela GPM), existe uma gama de motocicletas da Yamaha nesta escala disponibilizada no site do fabricante gratuitamente.

1:87 – Escala também conhecida como HO é típica do ferreomodelismo, existem uma grande quantidade de modelos de construções em papel para esse hobby e mesmo alguns modelos estáticos de vagões e locomotivas feitos em papel.

1:96 – É a escala padrão para foguetes e engenhos espaciais reais, a Monogram inaugurou o uso dessa escala com seus modelos de plástico de foguetes e a turma do papel modelismo a usa ativamente, é possível encontrar modelos de papel de todo o tipo de foguete desde a V-2 ao lançador Próton russo e a maioria são modelos gratuitos.

Modelos escala 1/96, o Space Shuttle russo Buran com o seu lançador Energia e a coleção da história dos foguetes a escala 1/96 de Jonathan Leslie. Todos modelos gratuitos.

Existem diversas escalas intermediárias, com os mais diversos tipos de modelos, e muitas categorias como modelos arquitetônicos encaixam-se em escalas como 1/200 e 1/100, assim como temos blindados nas escalas 1/35 e 1/50, mas como são modelos mais episódicos optei em deixar fora das escalas mais correntes.

Existe também uma grande quantidade de acessórios fotogravados para esses kits assim como canopys em plástico, rodas de resina e metal, embora não sejam tão correntes e os modelos comerciais ofereçam de uma maneira geral todas as peças e elas ficam quando montadas com uma representação bem convincente.

Outra possibilidade bem interessante que o papel modelismo oferece  assim como no plasti é a modalidade do scratchbuilding, muitos modelistas fazem os seus modelos do zero ou melhoram modelos correntes com técnicas em muitos aspectos semelhantes as utilizadas no plastimodelismo. Assim como se permite também utilizar-se de materiais diversos para melhorar o modelo (madeira, metal e até mesmo plástico se for necessário).

Exemplos de scratchs feitos em papel e pintados a mão: Warp Rattler do jogo de fliperama Nemesis / Gradius, Nave Soulvalou do antológico jogo de fliperama Xevious (Columbia) e a nave Lord British do jogo Salamander do vídeo game NES.

O scratch em papel pode dar a sua contribuição até mesmo para o plastimodelismo, pois sendo o papel barato, através de programas como o Pepakura é possível, por exemplo construir moldes para scratch em plástico de maneira rápida e precisa, principalmente para blindados e modelos que em geral tenham formas em ângulos retos.

Peças do modelo de papel servindo de templates para a confecção de um scratch em plástico (no caso o avião Avia BH-33 escala 1/33 da marca Maly Modelarz que foi reduzido para 1/48) – modelo do autor.

Outra conjugação possível do papel modelismo com o plastimodelismo é o uso de modelos arquitetônicos e para RPG / Wargames na confecção de dioramas, já que alguns modelos de edifícios são altamente detalhados e podem ser utilizados completos para dioramas nas escalas 1/72 e 1/76 ou segmentos deles nas escalas 1/48 e 1/35.

Obviamente o plastimodelismo é um hobby muito mais complexo que envolve um conjunto grande de conhecimentos de montagem, pintura e acabamento, volto a afirmar não há como comparar as duas modalidades num mesmo patamar. Mas o papel modelismo veio para ficar, é um hobby 80% mais barato que o plasti que atrai os jovens por isso e pela sua rapidez na obtenção de bons resultados, pelo amplo catálogo de modelos e pela facilidade de criação de novas replicas sem precisar ser um mestre scrateiro ou matrizeiro.

Links na internet

Fabricantes / Editores Tradicionais

Wilhelmshavner: http://www.papermod.de/ Um dos mais antigos editores de modelos de papel da Alemanha, firma com 54 anos de tradição, tem em seu catálogo mais de 400 modelos, o seu forte são os navios e aviões, com réplicas de tirar o fôlego de cargueiros e aviões civis e militares grandes na escala  1/50 como o Handley Page Victor e Tupolev Tu-104, alguns modelos podem ser comprados em edições eletrônicas.

Schreiber Bogen: http://www.schreiber-bogen.de/index.html Outro editor alemão, vende somente em forma de revistas. Os seus modelos tem qualidade excelente e na sua linha se destacam diversos aviões civis na escala  1/50 principalmente da década de 30 como o Handley Page HP 42 e o Ford Trimotor. Além de ter em catalogo carros, navios, trens  e modelos arquitetônicos.

CFM Verlag: http://www.cfm-verlag.com/ Editor da antiga Alemanha Oriental o seu forte são os navios e os trens embora tenha uma linha bem interessante de aeronaves civis na escala 1/50 e 1/100. A qualidade de impressão é excelente.

Maly Modelarz:
http://www.malymodelarz.frontsite.eu/frontsite.php?j=pl&PHPSESSID=0cf1e6a81351611573c55984dda68cde Um dos mais antigos editores poloneses de modelos de papel tem um catálogo impressionante de modelos embora muitos já estejam fora de edição. Está em atividade desde a década de 50. A Maly tem modelos muito interessantes como TBD Devastator escala 1/33 e diversos blindados japoneses da II Guerra na escala 1/25.

JSC: http://store.jsc.pl/ Editor polonês  tradicional de navios waterline, embora tenha modelos 1/72 de navios AFV e aviões, algumas construções escala 1/200 e 1/100 e uma pequena coleção de caças da II Guerra escala 1/24 muito detalhados.

GPM: http://www.gpm.pl/ Tradicional editor polonês de modelos de papel, tem em seu catálogo uma gama muito extensa de modelos principalmente de aviões nas escalas 1/33 e AFV na escala 1/25, em geral os modelos são de grande qualidade, se destacam dois modelos de Stuka uma a escala1/25 e outro 1/16. Todos os bombardeiros pesados americanos (B-17, 24 e 29) alem de um Messerschimitt Me-323 na escala 1/33! A sua página tem uma loja que representa outras marcas polonesas menores como Answer, Model Fan, Wir, Kartonowy Swiat…

Halinski: http://www.halinski.com.pl/ Este editor polonês é especializado basicamente em aviões militares escala 1/33, blindados escala 1/25 e navios escala 1/200. Essa marca é uma das melhores em termos de qualidade e quantidade de detalhes nos seus modelos (é a Hasegawa ou a Tamiya do papel modelismo).

Modelik: http://www.modelik.pl/ Outra marca tradicional polonesa (se chamava Modelcard anteriormente), com uma grande gama de modelos entre aviões, tanques, construções e carros (obviamente poloneses) na coleção Modelik se destacam um Grumman Duck  um Tupolev R6 e um Lockheed Electra na escala 1/33 vários blindados na escala 1/25 exóticos como o 2S Pion e o tanque russo de duas torres T-100, além de navios na escala 1/200.

Betexa: http://www.betexa.cz/eng/btx-ramy.html Editor tcheco especializado em construções, mas com uma gama ampla de modelos de aviões, carros e navios no catálogo Betexa se destaca um Space Shuttle escala 1/72, um Kubelwagen escala 1/16 e um Titanic escala 1/450.

Fly Model: http://www.gomixmodel.pl/katalog.php?cid=2 Editor polonês com uma linha bem interessante de aviões e navios militares os modelos que mais se destacam no seu catálogo é um Avro Vulcan escala 1/33 e o porta-aviões japonês Akagi na escala 1/200.

Hotoon Aircraft: http://www.cct.u-net.com/c:%5cHACHomepage/ Editor inglês de modelos multimédia na escala 1/25, a principal matéria prima é o papel, mas os modelos usam metal e madeira, somente assuntos de aeronaves britânicas que fazem parte das coleções do Museu de Hendon e da Shuttleworth Collection, cada modelo custa em média US$ 50,00 mas a qualidade é de museu.

Fabricantes/ Editores Digitais

Paper Shipwright: http://www.papershipwright.co.uk/index.shtml Editor de e-models inglês especializado em navios antigos do século XIX até a I Guerra Mundial, vende também navios civis, modelos de fortes navais e faróis além de photoetcs para modelos de navios, muita coisa interessante, a maioria deles waterline.

Gremir Models: http://www.gremirmodels.com/ Editor digital com uma gama bem interessante de aviões militares da II guerra na escala 1/33 e navios militares da I e II guerra na escala 1/200, o serviço de pagamento e download é rápido e eficiente, se destacam modelos do He-70, He-112 e do Pe-2 nas escalas 1/33.

Model Art: http://card-models.com/ Outro editor digital com um grande número de aviões nas escalas 1/32 e 1/72,  os modelos Modelart são os mais precisos já feitos de papel segundo o meio especializado. O seu autor é o Dr. Emil Zarkov, um engenheiro naval ucraniano que projetou também um plugin para Projecad ou Autocad chamado Surfmaster que nada mais é que um programa profissional  de desenvolvimento de modelos de papel  que está a venda pela bagatela de US$ 195,00.

D Wayne’s Paper Model: http://www.teuton.org/~dbarnett/ Apesar de ser uma loja essa firma representa diversos designers americanos e poloneses, entre eles Marek Pacynski célebre autor de diversas réplicas na escala 1/50 e 1/33 de aviões militares.

Digital Navy: http://www.digitalnavy.com/ Um dos mais antigos editores eletrônicos de modelos de papel na internet é especializado em modelos de navios na escala 1/200 e aviões na escala 1/33, seu catálogo é pequeno, mas conta com modelos estonteantes como o cruzador Fuso na configuração de  1936 a escala 1/200.

Zio Prudenzio’s Paper Models Page: http://digilander.libero.it/zioprudenzio/fokker.html : Este editor italiano tem uma coleção bem interessante de aviões da I e II guerra mundial na escala 1/72 além de carros italianos e blindados, entre eles um interessante modelo do tanque Carden Loyd usado na guerra do Chaco.

Thay Paperwork: http://thaipaperwork.com/ : Editor tailandês especializado em modelos de aeronaves 1/48, na sua coleção se destacam o Martin XB 51 e o Fairchild C-123 Provider. Eventualmente ele produz alguns modelos gratuitos.

Delta 7 Studios: http://www.delta7studios.com/ Editor de modelos de ficção científica “retro”, de navios, armas antigas e  arquitetônicos, tem alguns modelos no seu catálogo  extremamente interessantes como o “Mars Rocket” do Wherner Von Braun e naves do seriado Flash Gordon da década de 1930 do século XX.

Fiddlers Green Paper Models: http://www.fiddlersgreen.net/ Tradicional editor eletrônico de modelos de papel, trabalha basicamente com modelos de aviões e construções. O seu catálogo é imenso, apesar dos modelos serem bastante simples podem ser transformados em belas réplicas. Tem um excelente sistema de venda on line. Altamente recomendado.

Alguns exemplos do imenso catálogo de modelos da Fiddlers destaque para o dirigível Nº 6 e o 14 bis de Santos Dumond.

Kancho’s Paper Wings: http://kancho.muncho.org/ Designer búlgaro  especializado em aeronaves na escala 1/48, o seu catálogo e grande e conta com alguns modelos muito interessantes como o He-100, o T-2 Buckeye e o Grumman F-11 Tiger, ele tem uma coleção de B5N e Catalinas além de outros modelos para baixar gratuitamente entre eles armamentos aéreos na escala 1/48.

Alguns modelos produzidos por Kancho Iliev são de alta qualidade o SB2C e HS-126 são fantásticos em termos de detalhes não perdendo nada para os kits de plástico (considerando a escala) Nas fotos de cima a família de “Kates” e o Catalina escala 1/72 que são oferecidos gratuitamente.

Skyline Paper Models: http://stores.buyitsellit.com/StoreFront/view?view=main&&store=5474 Editor com uma pequena mas significativa linha de aviões escala 1/32 entre eles o Camberra e o Mistubishi A5M4 Claude.

Ebbles Miniatures: http://www.ebblesminiatures.com/shop/index.php Grande editor de material para wargame e rpg centrado principalmente em ficção científica.

Paper Warbirds: http://www.paperwarbirds.com/ Editor especializado em aviões da I Guerra na escala 1/33, tem um catálogo muito grande de modelos, bastante detalhados, destacam-se  nessa coleção um Ilya Muromets escala 1/32 e diversos caças e Scouts da I guerra incomuns como o Sikorsky S XVI e o Moskva MB 2.

Paper Tiger Armaments: http://www.papertigerarmaments.com/ Editor especializado em blindados e aviões 1/72 para wargames, contam com um catálogo bem extenso principalmente de blindados.

Lojas

Paper Model International: http://www.papermodels.net/index.html Localizada nos Estados Unidos é uma das mais antigas lojas de modelos de papel no ocidente, tem um grande catálogo on line e um sistema semelhante a “Squadron”.

Moduni.Com: http://www.moduni.de/index.php/language/en?osCsid=6326d7e3fc9c79f47039a9c8e4573407 Loja alemã de modelismo em geral, conta com um bom catálogo de modelos de papel, algumas marcas exclusivas deles como Adore Model e Schuer & Struver.

Marcle Models: http://www.marcle.clara.net/cataloguehome.html Loja inglesa de papel modelismo, muitas marcas de modelos de papel só vendidos por eles.

Scale Paper International: http://www.e-papermodels.com/ Outra grande loja virtual, especializada em papel modelismo, o seu catálogo é gigante, sistema semelhante ao da Squadron ou da Hannants.

Fóruns de Papel Modelismo, FAQ’s e Recursos

Card Modelling FAQ: http://personal.lig.bellsouth.net/n/8/n8hfi/card-faq/ Neste endereço há uma compilação de todas as dúvidas possíveis em relação a esse hobby com muitos link’s externos, dúvidas sobre ferramentas, papel, técnicas podem ser sanadas aqui. Em inglês.

Card Modellers On Line: http://www.cardmodelers.org/online/ Revista eletronica de papel modelismo apesar de descontinuada tem uma série de matérias interessantes assim como rewiens de modelos e fabricantes.

Iceberg Paper Model: http://www.icebergbouwplaten.nl/ Site com grande número de artigos e informações sobre modelos de papel além de link’s para centenas de modelos gratuitos.

Paper Starships Forum: http://ehacetfl.proboards21.com/index.cgi Aqui se discute basicamente sobre modelos de papel das naves dos jogos Homeworld, mas navegando nas seções há muitas dicas interessantes e assuntos sobre outros tipos de modelos de naves de ficção científica.

Card Models Fórum: http://forum.zealot.com/f7/ Este é o maior fórum de papel modelismo do planeta, é impressionante a quantidade de usuários e seções neste espaço, muitas informações, downloads de modelos, showcases podem ser obtidas aqui.

Project Space Dock: http://spacedock.2.forumer.com/index.php?act=idx Fórum nacional voltado para a ficção científica, tem uma seção exclusivamente para modelismo em papel com muita coisa interessante.

Paper Models Google Group: http://groups.google.com/group/Papermodels Lista de discussão internacional sobre papel modelismo, uma das maiores do planeta. Precisa ter uma conta no google (gmail) para participar.

Modelismo de Papel Yahoo Grupos: http://br.groups.yahoo.com/group/modelismodepapel/ Lista de discussão nacional sobre papel modelismo, é uma das mais antigas listas de discussão nacional sobre o assunto precisa se cadastrar com um email do Yahoo para participar.

Protótipos de Papel Yahoo Grupos: http://br.groups.yahoo.com/group/prototiposdepapel/ Outra lista de discussão nacional voltada mais a projetistas de modelos de papel, precisa se cadastrar com um email do Yahoo para participar.

3D papermodel: http://www.3dpapermodel.com.tw/ Concentrador de link’s para diversos modelos gratuitos é dividido em categorias e tem fotos de todos os modelos.

Free Paper Toys: http://www.ss42.com/toys.html Outro concentrador de links para modelos gratuitos é divido em categorias.

Kartonbau.de: http://www.kartonbau.de/wbb2/hmportal.php Fórum alemão tão grande quanto o Card Model Fórum tem versões em inglês.

Comunidades de Papel Modelismo no Orkut:
(Precisa ser cadastrado no site para poder acessar.)

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=775540

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1094778

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=91225

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=93995

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=4127083

Link’s para modelos gratuitos
(Vou listar apenas alguns das centenas que existem pela internet e tentando dar ênfase a aviação, militaria e ficção)

Paperinside: http://www.paperinside.com Página do talentoso designer e amigo do autor, Cláudio Dias, aqui vocês encontram modelos maravilhosos de carros de filmes e séries de TV (entre o Mach 5 do Speed Racer, o Batmovel dos anos 60, e os De Lorean do filme de Volta para o Futuro), além dos modelos de ficção cientifica do autor desse artigo (entre eles modelos de jogos de vídeo game, filmes e Star Trek).

Blog do Clever: http://cleversantoro.spaces.live.com/ Blog do  amigo  do autor Clever Santoro, muitos modelos da série Star Trek e alguns aviões, tem uma ave de rapina Klingon muito detalhada, vale a visita.

Papel Mod: http://www.papelmod.com/index.html Outra página brasileira com modelos gratuitos de nível profissional dedicada somente a assuntos nacionais, os primeiros modelos disponibilizados são a família dos jipes Gurgel. Vale a pena a visita.

Aviões de Papel: http://paginas.terra.com.br/lazer/avioesdepapel/ Página nacional de modelos de papel de aviões da FAB, apesar de pouco detalhados estes modelos são voadores, ou seja são planadores “in door”.

Exclusive Models: http://www.exclusive-models.yoyo.pl/exclusive%20models_home.html Página polonesa de modelos gratuitos de blindados 1/72 da II Guerra. Muito detalhados, mas sem pintura.

Yessmasster’s Homeworld Paper Models: http://hwmodels.ovh.org/ Página dedicada somente a modelos de papel dos jogos Homeworld.

Erik’s Models: http://www.ericksmodels.com/index.html Outro repositório de modelos de naves dos jogos Homeworld, embora tenha alguns modelos de naves dos jogos Star Wars e alguns foguetes.

Par Modelov Na Stiahnutie: http://www.swpm.ic.cz/index.htm Site tcheco só sobre modelos da saga Star Wars, se destacam nessa coleção o Super Stardestroyer, os Cruzadores Mon Calamari e diversos caças da saga e de jogos de vídeo game tipo X Wing Alliance.

Aliens Papercraft: http://aliens.humlak.cz/ Site do talentoso designer tcheco Jan Rukr é especializado em modelos de papel dos filmes Aliens, tem alguns modelos estonteantes como o rifle M577 escala 1/1, veículos, construções e naves. Na seção de bônus há muitos modelos interessantes entre eles a pistola Lowgriver do filme O Juiz na escala 1/1 e a nave Icarus da 1ª versão do filme o Planeta dos Macacos. Altamente recomendado.

The Lower Hudson Valley: http://jleslie48.com/ Site do Jonathan Leslie, é um dos melhores! Muitos modelos de naves reais, de ficção científica e diversos modelos de aviões e outros. Destaque para um modelo muito grande da Galáctica da série antiga e um foguete Saturno V escala 1/48!!!!!!

Força Aérea Brasileira – Modelos de Papel: http://liberatocr.sites.uol.com.br/ Um dos sites favoritos do autor, página do talentoso Carlos Roberto Liberato, contém diversos modelos de papel de aviões utilizados pela nossa aviação militar na escala 1/72, destaque para os modelos do P-47, Fw-58 e Vultee V-11. Atualmente anda desatualizado desde que o Carlos (que é também oficial da FAB) sofreu um grave acidente de automóvel em 2004.

Alguns modelos 1/72 do Carlos Alberto, ele é fã do trabalho da Commando 5 como vocês podem notar pelo modelo do Vultee V-11GB e do Focke Wulf Fw-58

SF Papercraft Gallery: http://www7a.biglobe.ne.jp/~sf-papercraft/ Grande página japonesa. O talentoso designer Shunichi Makino tem uma grande gama de modelos gratuitos de ficção cientifica, os seus modelos se destacam por serem complexos, no entanto de fácil montagem, ideal para iniciantes. Destaque para o modelo da USS Enterprise (Star Trek) e os andadores AT-AT e AT-ST (Star Wars).

Diversos modelos da coleção de Makino um detalhe interessante dos modelos dele é que são extremamente simples de montar, destaque para a nave do Macross e os Robôs do filme Silent Running.

Jay Box of Sci Fi Card Toys: http://www.freewebs.com/jaybats/: Site com uma grande quantidade de modelos de naves de ficção científica de todos os gêneros. Destaque para os modelos de naves do seriado Babilon V e Galatica (Nova Série).

BT CAD Models Page: http://model.icegroup.ru/main_en.phtml?page=model_en A seção de modelos desse site tem verdadeiras pérolas e todas gratuitas embora algumas sejam de nível comercial. Destaque para um modelo do caça TIE escala 1/48 de nível comercial e para dois modelos escala 1/33 do Ilyushin DB-3 e Il 10 muito detalhados. Vale a visita.

Airigami: http://www.airigami.net/ Esse incrível site trás modelos de papel de aviões operados por todas as Companhias Aéreas de quase todos os paises do planeta. Com informações sobre as empresas. Apesar de simples os modelos é impressionante a qualidade e a variedade deles. Ideais para compor dioramas de aeroportos muito grandes.

Trotski Studio: http://trotskiy.moo.jp/ Página japonesa especializada em modelos de aviões da II Guerra, esses modelos que são semi-escala (1/60) e são, acreditem se quiser, planadores “in door”. Normalmente um é disponibilizado por semana, bastando clicar na barra rosa em cima do modelo.

Yamaha Papercraft: http://www.yamaha-motor.co.jp/global/entertainment/papercraft/index.html Página do fabricante de motos tem uma coleção de modelos de papel simplesmente fantástica e ultra realista de diversas motos (obviamente fabricadas pela Yamaha) além de uma coleção de modelos de animais.

Péricles Stuff: http://vickvipper.spaces.live.com/ Blog do autor especializado em papel modelismo, era para ser um blog sobre diversos assuntos mas acabou sendo tomado pela modalidade, muitos modelos para download, analise de montagem de modelos.

Links para softwares relacionados à construção digital de modelos de papel

Pepakura Designer: http://www.tamasoft.co.jp/pepakura-en/ Página do incrível software de desdobramento japonês Pepakura Designer, o site tem uma galeria de modelos enviados pelos usuários muito boa. O programa é shareware mas vale a aquisição para quem quiser fazer os seus próprios modelos. Custa US$ 38,00.

Metasequoia: http://www.tamasoft.co.jp/pepakura-en/ Página do modelador Low Poly Metasequoia, esse programa é freeware e de fácil operação, é uma ferramenta fantástica para criar modelos para serem desdobrados a posteriori no Pepakura Designer

Milkshape: http://chumbalum.swissquake.ch/ Outro grande modelador low poly. A vantagem do milkshape é que ele importa e exporta uma grande variedade de formatos 3D de diversos programas e games que podem ser utilizados para desenvolver um modelo de papel. Shareware custa US$ 25,00.

3D Converter: http://web.t-online.hu/karpo/ Conversor de diversos formatos 3D suporta mais de 450 formatos 3D e os converte entre si. Shareware custa US$ 100,00.

Crédito das fotos: diversas fontes da internet e fotos do autor.

Artigo originalmente publicado no site da IPMS-POA no inverno de 2006.

12 Responses to Uma Introdução sobre o Papel Modelismo

  1. EDSON . BUDÁ diz:

    ADOREI O BLOG.ESTOU COMEÇANDO NO HOBBY DO PAPERCRAFT. É MUITO MANEIRO……

  2. Ricardo Garrido diz:

    ESTOU A PROCURA DA NAVE JUPITER 2 DO PERDIDOS NO ESPAÇO EM MODELO DE PAPEL, DESDE QUE POSSA TAMBÉM CONTER A PARTE INTERNA.
    HAVENDO, GOSTARIA MUITO DE OBTÊ-LA.

    • Peres diz:

      Olá não faço a mínima idéia onde possa ter um modelo assim, lembro-me de já ter visto modelos da nave Jupiter, um até bem completo anda no ar há uns dez anos atrás, mas também não tinha interior. Recomendo dar uma olhada no google.

  3. silvio diz:

    Estou precisando de um JEEP WILLYS em papel Modelismo para ampliar a escala e montar um projeto de informatica.

    aonde posso encontrar?

    vlw

  4. Anton diz:

    Que tipo de papel é mais indicado pra impressão de modelos baixados da net?

    • Peres diz:

      Depende muito do tipo de modelo, mas o mais comun é o sulfite, ou o opaline entre gramtauras de 120 a 180g.

      Modelos com reforços internos papel cartão ou paraná de 1,5 a 4mm.

  5. Patricia diz:

    Para fazer a torre de belém de \Portugal qual o papel melhor?

  6. Parabéns pelo conhecimento e dedicação aos trabalhos e em si ao site, que nada fica a dever a nenhum outro. Cada vez mais aprecio o Brasil e o nosso povo.
    Grande Abraço !

  7. Danilo Vinhoto diz:

    Parabéns, Perfeito, Maravilhoso este seu trabalho… Fuçando na net esses dias, achei 1 modelo de um carro camaro, fiquei maravilhado, imaginei será que existe outros modelos? Lembrei de minha infância que comprava Sucrilhos apenas para montar o que vinha nas caixas kkk… e acabei conhecendo softwares e hoje o seu site… Estou começando agora este hobby, acredito que não pararei mais… Abraços e mais uma vez parabéns.

  8. thiago christopher diz:

    OLÁ… PARABÉNS PELO SITE E POR COMPARTILHAR COM INICIANTES COMO EU AS MARAVILHAS DO PAPELMODELISMO… POR MAIS QUE EU VENHA FUÇANDO A NET, ENCONTREI DIVERSOS MODELOS FEITOS POR PESSOAS DAS MAIS DIVERSAS NACIONALIDADES, MAS NUNCA OUVI FALAR DE EMPRESAS ESPECIALIZADAS NO ASSUNTO. SOMENTE POR AQUI DESCOBRI TODO UM MUNDO VASTO A SER DESBRAVADO POR QUEM GOSTA DESSE TIPO DE ARTE… OBRIGADO PELO HISTÓRICO SUCINTO SOBRE O PAPEL MODELISMO BEM COMO OS LINKS E DICAS E TRABALHOS QUE VC EXPÕES AQUI… VALEU MESMO E CONTINUE SEMPRE…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>