Yakovlev Yak-1M na escala 1/100, mais um Thaipaperwork

Dando continuidade ao nosso estudo de construção da pequena série 1/100 que o Nobi anda desenhando, o modelo da vez é o famoso (e pequeno) caça russo Yakovlev Yak-1M.

yak01b2Aleksander S. Yakovlev, foi um dos principais projetistas de aviões na União Soviética durante os anos de 1930 e 1940, sendo que um dos seus principais projetos foi a família de caças Yak1/3/9 e seus derivados. Que data de 1939. Este pequeno e simples avião, foi uma das principais armas da VVS contra o invasor alemão durante a II Guerra Mundial e foi desenvolvido em um grande número de variantes, algumas notadamente excepcionais para combate aéreo como o Yak-3, outras com pesado armamento anti-tanque como o Yak-9T, algumas subvariantes eram construídas em madeira outras com sistemas sofisticados. Digno de nota que um dos primeiros caças soviéticos a jato o Yak-15 é um desenvolvimento do Yak-3, mas isso é outra história. Esta maquete representa um Yakovlev Yak-1M “branco 13″ do regimento “Varsóvia” da Força Aérea Polonesa livre na URSS.

Aspectos da Construção

Modelo Finalizado

Até a próxima montagem… 😉  Ah lembrando que, esse modelo está disponível gratuitamente para download na Thaipaperwork.

Obrigado Mais Uma Vez: POW no Papermodelers

Fico muito faceiro com essas coisas! Mais uma vez um modelo de  montagem minha é um POW (picture of week – fotografia da semana) no grande fórum papermoders.com,  dessa vez foi o Heinkel He-59 da Murph’s Models, obrigado pela escolha!

Captura de tela de 2014-07-21 09:54:15

Kawazaki Ki-32 Type 98 “Mary” na escala 1/100

Bem meus amigos e amigas. Mais uma adição a minha coleção 1/100, graças ao amigo Aaron Murphy minha coleção nipônica cresce a passos largos. O avião finalizado essa semana, em que novamente servi de Beta tester é o Kawazaki Ki-32.

ki32-8

O Kawasaki Ki-32 (九八式軽爆撃機 Kyuhachi-shiki keibakugekiki) ou bombardeiro ligeiro de um só motor tipo 98, foi um bombardeiro tático utilizado pela Força Aérea do Exército Imperial Japonês na segunda metade da década de 1930 até os primeiros estágios da II Guerra Mundial. A indústria aeronáutica japonesa tinha o costume de projetar aviões naquele tempo não para necessidades futuras mas sim para presentes. O estado-maior do Exército Imperial, ficara impressionado com vários tipos de aviões de ataque que os Chineses estavam colocando em serviço durante a guerra sino-japonesa que se arrastou ao longo dos anos de 1930, notadamente chamavam a atenção o Vultee V11G e o Northrop Gamma 2E, assim as autoridades japonesas emitiram um requerimento em 1936 através de concorrência publica para escolher um novo avião de ataque tático moderno, para substituir os biplanos japoneses de mesma função (notadamente o Mitsubishi Ki-3 e o Kawazaki KDA Type 88) a Mistsubishi e a Kawazaki foram as finalistas. A primeira apresentou um monoplano elegante e avançado com trem de pouso fixo cantilever com polainas e motor radial, já a Kawazaki apresentou um monoplano com linhas um pouco mais feias e ortodoxas e com um motor em linha Ha 9. Ao final o Ki-32 foi o perdedor da concorrência, porém ironicamente a necessidade de aviões com a escalada do conflito chinês colocou os dois tipos em produção, e o Ki-32 foi produzido em maior quantidade que o Ki-30. Conhecido entre os aliados com o codinome “Mary” foi utilizado apenas nos primeiros estágios da II Guerra Mundial, notadamente contra as forças da Commenwealth, sendo relegado depois a treinamento. Modelo beta da Murph’s Models.

Uma comparação com o seu companheiro o Mitsubishi Ki-30 “Ann” do mesmo editor (Oddball label) e na mesma escala:

10552647_10201130239456478_3682942325226496004_n 10511318_10201130239416477_7693910751213904979_n

Até  a próxima…

Kawanishi H6K4 Type 97 “Mavis” e Isuzu TX 40 Type 75 na escala 1/100.

Amigos e amigas

Ele finalmente ficou pronto, o assunto da vez é o “Barco Voador Largo Tipo 97″ (九七式大型飛行艇) conhecido também como Kawanish H6K (Codinome aliado: Mavis). O H6K foi desenhado para um requerimento da Marinha Imperial japonesa de 1934 para substituir hidroaviões da Marinha que já estavam em uso e em geral eram modelos produzidos sob licença, dizem que a equipe de projetos da Kawanish roubou na Inglaterra as plantas e desenhos do Sikorsky S-42 que deveria ter sido produzido na Short Aircraft, mas isso é lenda. Com certeza o S-42 e o H6K tem semelhanças, mas a máquina japonesa era melhor em termos de desempenho, com notável autonomia e pesado armamento, foi usada com sucesso pelos japoneses na campanha da China e nos primeiros estágios da II Guerra Mundial, após 1942 tornou-se vulnerável a caça aliada sendo relegado a missões de transporte ou secundárias. Modelo da Murph’s Models, caminhão Isuzu da Scissors and Planes, escala 1/100.

Preparação Final da Montagem

Detalhes

Modelo Finalizado

Eu particularmente gostei muito de construir esse modelo, embora os modelos da Murphs Models sejam sempre bem acessíveis para montar, o H6K exige um pouco mais de habilidade na construção, principalmente na quilha e nas asas, pois essas são dividas em quatro pedaços e exigem cuidado no seu alinhamento. No mais eu recomendo. A escala original é a 1/63, o modelo fica enorme neste tamanho, podendo praticamente transformar-se numa peça de museu.

O H6K pode ser adquirido por US$ 7,00 aqui.

Um preview: Kawanish H6K4 “Mavis” e Isuzu TX 40 Type 89 na escala 1/100

Mais um projeto  sendo constituído para a minha coleção japonesa  da II Guerra Mundial, dessa vez é o imponente Kawanishi H6K Mavis, hidro-aviã de patrulha da II Guerra Mundial.  Com o codinome aliado “Mavis” o Kawanishi H6K era conhecido também pelo serviço militar nipônico como “Hidroavião de Longo Alcance Type 97″ – 九七式大型飛行艇

H6K-Type97-Mavis-f

A idéia é realizar esse teste para o amigo Aaron Murphy da Murph’s Models, o modelo original está na escala 1/63 o que o deixa muito grande, até mesmo na 1/100 o modelo já é grande o suficiente, com envergadura de 40 cm. Aqui vemos a construção do primeiro grande subconjunto com as asas finalizadas.

Como o modelo tem trem de pouso de praia, peguei um caminhão Isuzu TX 40 Type 89 da Scissors and Planes já na 1/100 e montei com a idéia de fazê-lo rebocando  o Mavis quando este estiver pronto. O caminhão já está montado como vocês podem ver nesta galeria abaixo.

Espero em breve ter novidades a respeito dessa montagem que pretendo terminar em duas semanas mais ou menos.

Algumas Novidades na Bancada (algumas nem tão novas assim…)

Sempre me perguntam o que eu ando montando, então vamos dar uma revisada em cima do que está na bancada em montagem, ou aguardando a vez para uma retomada… 😉 Bem eis o que temos no cardápio :)

Kyushu J7W-1 “Shinden” – Beta teste para a Murphmodels, acredito que em breve devo terminar esse que é um dos mais curiosos aviões projetados durante a II Guerra Mundial.

10341520_10200907946499293_540162577037093022_n

Kyushu K11W1 “Shiragiku” – Modelo desenhado pelo meu amigo Ned Reif, bastante interessante, pois retrata um treinador japones da guerra raro de ser ver em escala, e por ter sido desenhado no Metasequoia, Pepakura, e finalizado no Inkscape

10389476_10200903523068710_6106765636495451069_n

Gloster Gladiator Mk II – Models by Marek (Repaint) – Outro que anda parado, mas espero em breve retomar é o Gloster Gladiator do Marek, eu o repintei no incomun esquema de três cores de camuflagem, usado efemeramente pela RAF em 1940, em um dos esquadrões da RAF que ainda  utilizavam o tipo durante a batalha da Inglaterra.

988457_10200743374065085_1700092330187231463_n

Aichi E11A1 “Laura” – Esse é novela, já se arrasta há alguns meses, mas espero terminar em breve, ando desmotivado em terminar a catapulta dele na 1/100 (a redução de um modelo da GPM na escala 1/33)

1185493_10200557312773669_1588771931_n

Consolidated P2Y Ranger –  Outro que em breve deve ser retomado, pois gosto muito desse avião, e o modelo é um semi scratch da minha autoria, como o B2M.

1558601_10200282571865318_427152353_n

Lord British – Fazia horas que não fazia nada na área do Sci-Fi, pois estou fazendo as quatro naves  do jogo de Playstation 1 Gradius Gaiden. A Jade Knight está feita já, e atualmente a Lord British está no meio do caminho. Em breve devo retomar.

1975132_10200683222801341_2410333428647707941_n

Outros modelos que encontram-se parados esperando a vez para serem finalizados (Mais de 50% do modelo concluso:

Ford Trimotor – Almirante Byrd – Fiddlers Green

Lioré et Olivier LeO-213 – Monseiur M

Tem várias outras coisas cortadas ou em vias de serem assuntos de bancada, mas tem pouca coisa para justificarem uma comunicação, vou deixar elas avançarem um pouco mais e aí sim posto aqui. 😉

Douglas B-18A e B-18C na escala 1/100

Bem amigos.

Mais um bombardeiro, tenho me centrado em tipos incomuns do entre-guerras, aves que dificilmente iremos ver montadas em kits sejam de plástico ou em qualquer outra mídia. O assunto da vez é o Douglas B-18 Bolo.

Zoom in (real dimensions: 800 x 533)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 445)Imagem

Em 1934 o USAAC (United States Army Air Corps) estabeleceu uma concorrência para substituir os seus Martin 139 e 166 (B-10 e B-12) na sua força de bombardeiros estratégicos, para essa concorrência os fabricantes apresentaram os seguintes modelos: O Douglas DB-1, Boeing 299 e o Martin 146. O Boeing 299 que era o protótipo da B-17 se espatifou no solo em um vôo de testes e o Martin 146 era um desenvolvimento do B-12, mas mantendo as características deste. Apesar do 299 ser promissor e com desempenho destacado, a concorrência acabou sendo ganha pelo Douglas DB-1 que era na verdade um derivado do famoso Douglas DC-2 utilizando motores ciclone, mantendo asas, trem de pouso e deriva do mesmo, mas com uma rombuda fuselagem que lhe conferiu o apelido de Bolo.

Imagem

Imagem

Imagem

O Exército encomendou 350 aparelhos das versões B-18, B-18A (com nariz pontiagudo) que foram utilizadas de 1936 à 1941 como bombardeiros médios. Com a entrada dos EUA na segunda guerra mundial, os Bolo foram adaptados para patrulha marítima e ASW, sendo o primeiro avião norte-americano a afundar um submarino alemão, sendo pioneiro na utilização de equipamentos MAD e radares de busca.

Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 549)Imagem

Imagem

Além do USAAC a FAB utilizou três B-18 de diferentes versões para adestramento de pilotos e patrulhas ASW no litoral do norte e nordeste sendo que pelo menos um B-18 nas nossas cores afundou o submarino U-512. RCAF teve 20 aparelhos que também eram utilizados para ASW chamados de Digby que afundaram na costa norte da America do Norte pelo menos mais três submersíveis alemães.

Imagem

Zoom in (real dimensions: 784 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 533)Imagem

B-18A

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

B-18C

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Mais dois bombardeiros para a minha coleção 1/100 e mais dois para a minha coleção da USAAC/USAAF :)

Adição para a Minha Coleção de Aerobotes e Hidraviões na escala 1/100: Heinkel He-59

Bem amigos, , dessa vez uma avis rara empregada na Batalha da Inglaterra, trata-se do Heinkel He-59, hidroavião de pontões, utilizado pela Luftwaffe para SAR e reconhecimento.

Imagem

O He 59 surgiu de uma especificação de 1933 que a OKL fez a Heinkel para um bombardeiro-torpedeiro bimotor , mas que pudesse também ser utilizado para reconhecimento e patrulha marítima. A resposta surgiu num enorme biplano bimotor de três a quatro lugares que podia ser equipado com rodas e flutuadores. Começou a equipar a então secreta Luftwaffe ainda em 1934, sendo muito utilizado na Guerra Civil Espanhola pelos Nacionalistas, na função de patrulheiro marítimo. A versão com rodas para bombardeiro de queda livre não foi produzida em massa. Porém as versões B-1 e B-2 com flutuadores foram as que tiveram uma maior produção equipando a Luftwaffe até 1944 como aeronaves de treinamento e SAR depois de terem sido declaradas obsoletas.

Zoom in (real dimensions: 736 x 1024)Imagem

Imagem

Zoom in (real dimensions: 707 x 279)Imagem

Até 1941 a Luftwaffe carecia de um hidroavião oceânico, lacuna essa preenchida pelo Dornier 24, assim antes do surgimento desse modelo o He-59 foi utilizado durante a batalha da Grã Bretanha, como aeronave SAR, para resgatar os pilotos abatidos no canal da Mancha, dada a sua grande autonomia e estabilidade de vôo.

Imagem

Como tudo que os alemães faziam (e ainda fazem) eles eram extremamente metódicos e no ocidente na primeira parte da Guerra procuraram seguir a risca as convenções de Genebra (o que não fizeram na União Soviética, mas isso é outra história), pintando os He-59 em branco colocando grandes cruzes vermelhas e matriculas civis. Porém de fato eles eram também utilizados para reconhecimentos, o que fez com o que o Ministério do Ar Inglês os declarassem alvos a despeito das cruzes vermelhas e ao final de 1940 na fase final da Batalha da Inglaterra eles voltaram a usar as cores militares, por que o ardil já não funcionava. Como todos os bombardeiros e aviões de grande porte biplanos o He-59 era lento e vulnerável sendo facilmente abatido.

Imagem

O assunto do meu modelo é He-59D-2 D-ARYX, um dos mais famosos He-59 de resgate na Batalha da Inglaterra, sobrevivendo a um sem número de interceptações (mesmo sendo completamente desarmado) e tendo sido a aeronave que mais resgatou pilotos da Luftwaffe e da RAF (POWs).

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

E o TB-3 Ainda rende umas coisas legais depois de finalizado…

Não sou muito de me gabar, mas tá explicado por que estourei o bandwitch do photobucket. O TB-3 Zveno foi POW (Picture of Week) no fórum papermodelers.com, um dos maiores forums de papel-modelismo do Mundo.

Captura de tela de 2014-04-25 16:30:53

Um amigo de Hong Kong, também modelista, o Papermate desse mesmo fórum deu uma retocada nas fotos e botou o Zveno Aviamatka em vôo ;)

Imagem

Imagem

:faloneh: