Retrospectiva Modelista 2014

Bem amigos e amigas, mais um ano que se vai e mais uma vez é tempo de nossa Retrospectiva modelista, que esse ano teve recorde de montagens!

Para acessar a página clique AQUI.

Ou então vá na aba no Taller que é sem erro.

Um feliz 2015!

Mikoyan Gurevich MiG-17 – Força Aérea de Angola 1/100 – Der Kampffleiger

mig_17_4

O Mikoyan Gurevich MiG-17 (Codinome da OTAN: Fresco, Designação do DoD: Type 38) começou a ser desenvolvido em 1949 como uma versão avançada do MiG-15, no entanto a experiência real de combate na Guerra da Coreia fez com que o OKB MiG desenvolvesse na verdade um novo avião, incorporando novas características que compensavam os problemas do MiG-15, notadamente a tendência a entrar em parafusos acima de certa velocidade (próxima a MACH 0,92) em mergulho, e flutuações e derivações com o disparo das armas, que se mantiveram as mesmas. Entrando em produção a partir de 1952 o “Fresco” ficou pouco tempo em serviço na URSS, logo suplementado por aviões de projeto Mach 2, mas ficou longos anos em serviço em países do Pacto de Varsóvia, ou amigos da URSS, teve uma gigantesca produção na China, conhecido como Shenyang J 5 e na Polônia como LIM-5/6. Foi usado por longos anos no chamado “Terceiro Mundo”, pois era uma aeronave subsônica de alto desempenho, com simples manutenção e muito resistente. Com longa folha de serviços em combate, sendo o seu debut na longa crise com a China em 1958, tendo sido usado também no Vietnan, nas Guerras Arábes-Israelenses nos anos 60 e até mesmo no Conflito do Afeganistão nos anos 80. Bem pilotado era um adversário formidável, tanto que as nações ocidentais tinham poucos caças da sua categoria (notadamente as versões avançadas do F-86 e F-84 o Super Mystere e o Hawker Hunter), mas de longe com a resistencia e a praticidade da máquina soviética. O MiG-17 representado aqui é um exemplar exótico, pois pertence a Força Aérea Popular de Angola/Defesa Aérea e Antiaérea (FAPA/DAA) nos anos 70. Modelo desenhado por Roman Vasyliev, que tive o prazer de testar. Estás disponível para download no fórum Papermodelers e na Ecardmodels gratuitamente.

Fotos do Modelo Montado:

O Trabalho do Meu Amigo Krzysztof Wagner

Uma das coisas muito interessantes que o papel modelismo proporciona, por causa da sua portabilidade e o uso intrínseco da informática na concepção de modelos ou na modificação ou ainda na sua impressão doméstica, é a interatividade entre modelistas e designers.

Nas primeiros anos do século XXI o papel modelismo entrou em afirmação na cena do hobby. Num Mundo dominado pelo plastimodelismo, foi natural surgir uma pequena (grande) comunidade internacional e se conhecer de nome, conversar, compartilhar idéias com pessoas do Mundo todo.

Em 2006 conheci pelo fórum Zealot. o amigo Krzysztof Wagner, um grande designer Polonês de papermodels, um verdadeiro artista, pois além de ser excelente designer, ainda pinta a mão as capas dos seus modelos que são vendidos na Ecardmodels. Os modelos do Krzychu74 como também ele é conhecido, primam pelo realismo nas texturas e nos detalhes, além de uma linha de aeronaves “esotéricas” (os meus favoritos são o Mitsubishi 1MT1N e o IAe 24 Calquin) ele tem dedicado-se a uma bela linha de navios que também está a venda na Ecardmodels.

calquin_2 k74_F6FHELLCAT_COVER

californian_4 californian_coverAlém de todas essas coisas legais Krzystof ainda mantém um blog o “Z notatnika PGiN.” onde ele vai mostrando as fases dos desenhos de seus atuais projetos.

Captura de tela de 2014-08-12 16:26:30

http://mikromodele.blogspot.com.br/

Além disso o designer mantém uma página no Facebook que é constantemente atualizada com os seus projetos e que tem muita possibilidade de interatividade

https://www.facebook.com/pages/Paper-Models-Design/137918202947434

Uma coisa legal tenho que falar sobre o Krzychu74, foi ele que me “apresentou” a escala 1/100, tive a honra de testar dois modelos dele na escala 1/100. o avião Vickers Jockey, o Fokker V1 “Flöh” e a bomba voadora V-1, depois disso nunca mais parei de modelar na escala 1/100. 😉

17158_1093444674704_7260716_n 17158_1093413753931_5001802_n 10391537_1065495295987_873155_nAté a próxima amigos!  :)

 

Grumman F7F-2N Tigercat na escala 1/100

O Grumman Tigercat, chegou tarde demais para atuar na II Guerra Mundial. Mas ainda assim é um dos mais impressionantes aviões navais desenvolvidos durante o conflito, feito sob medida para os novos super porta-aviões da US Navy da Classe Essex, esse grande bimotor deveria ser uma máquina de superioridade aérea e defesa de frota. Os primeiros tornaram-se operacional umas poucas semanas antes do dia VJ. Após a guerra sua vida operacional foi bem curta, pois os caças com motores a pistão foram rapidamente suplantados pelos primeiros caças a jato. No entanto uma variante biplace: o F7F-3N equipado com radar foi muito utilizado como caça noturno na Guerra da Coreia pelo USMC com notável sucesso. No fim dos anos 50, já aposentados, alguns foram vendidos a aviação privada que os transformou em aviões bombeiros. Alguns Tigercats ainda voam como warbirds nos dias de hoje e muitos estão preservados em museus. Modelo beta teste do editor Thaipaperwork. Representa uma das poucas máquinas que entraram em serviço logo após a II Guerra Mundial na Marinha Americana. Este modelo está a venda na Ecardmodels.

Avro 707B na escala 1/100

Terminei mais um modelinho para a minha coleção 1/100 e mais uma adição para enriquecer a minha coleção de protótipos. Dessa vez é o Avro 707B, um pequeno avião de pesquisa desenhado pela Avro Aircraft para o Ministério dos Suprimentos inglês sob a especificação E15/48, este pequeno avião construído com componentes de outras aeronaves como o Vampire e o Gloster Meteor foi desenhada para pesquisar o vôo em delta e as características construtivas desse tipo de asa. Foram construídos cinco exemplares que foram usados para pesquisas específicas e treinamento com aeronaves com asas em delta até os anos 50. Muito da pesquisa com o modelo 707 foi utilizada mais tarde para o desenho do Avro Vulcan, um dos mais avançados bombardeiros a jato já construídos nos anos 50. Modelo desenhado por Aaron Murphy.

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Tamanho na 1/100…

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Comparação com o Hawker Hunter na mesma escala… (Desculpem pela qualidade da foto, muito ruim)

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

É uma montagem rápida e fácil, a única customização foi a adição de peso do nariz e o tubo pitot feito de papel cartão fininho.

Retrospectiva Modelista de 2013

Olá amigos!

Como de praxe no último dia do ano eu publico a retrospectiva modelista. 2013 foi um ano bom para o papel modelismo, espero que vocês se divirtam acompanhando a epopéia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA IMG_1182 IMG_0183_zps7081f925 IMG_0008_zps8df7f8a7O link para visualizar a retrospectiva é esse aqui: Retrospectiva Modelista

 

Um feliz 2014!

Mizuno Shenryu Type 2 na Escala 1/100

Bem amigos!

O amigo Alcides me dá novamente a honra e a oportunidade de testar um dos seus modelos, e desta vez ele me enviou um assunto extremamente interessante, trata-se do interceptador foguete Mizuno Shenryu Type 2.
Normalmente se fala muito sobre os protótipos e aviões conceitos, desenhados pelos alemães e que poderiam estar em operação em um cenário hipotético de continuação da II guerra mundial. Porém pouco fala-se sobre protótipos e conceitos desenvolvidos por japoneses e italianos. O Shenryu é exatamente um exemplo disso.

Imagem

Este planador propulsionado por foguetes é uma extrapolação avançada do conceito do interceptador Me-163 e do missil suicida MXY-7 Okha, poderia ser utilizado tanto para interceptar as formações de B-29 quanto ser equipado por uma potente warhead para ataques contra navios e grandes concentrações de tropas. Ao contrário do Me-163 poderia ser rebocado por um G4M ou um P1Y ou lançado de rampas, sem a recuperação posterior da aeronave.

Imagem

O Shenryu nunca saiu dos esboços iniciais de desenho, porém chama a atenção algumas caracteristicas avançadas como o uso de canards e o uso de asas enflechadas.

Imagem

Talvez se a guerra no pacífico tivesse durado mais algum tempo, de meses a um ano esse projeto teria avançado para a materialidade, mas qualquer especulação a respeito hoje seria fantasiosa.

O modelo é de montagem simples porém muito bem resolvida, com grande precisão nos encaixes, todos os detalhes externos da aeronave estão capturados fielmente no modelo. No momento construí a fuselagem sem dificuldades.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Lembrando que esse modelo em breve estará disponível para venda na Ecardmodels.

O Fim da CBOX – É culpa dos Parasitas!!!

Uma pequena e chata modificação aqui no blog. Estou eliminando a CBOX, por dois motivos:

1- Em geral são poucos comentários, e ou gente pedindo coisas.

2- Apologia a pirataria.

Quanto ao primeiro item. Não me importo em responder às dúvidas das pessoas que postam ali, mesmo aquelas que são non-sense, ao contrário de muita gente que conheço ao longo desses últimos vinte e tantos anos de modelismo nunca soneguei informação, então esse primeiro motivo não é a causa principal da decisão de eliminar a caixa CBOX, o motivo é outro e aí vamos para o segundo item.

Há alguns meses atrás uma pessoa me veio solicitar se sabia onde achar um modelo do Jupiter 2, respondi educadamente que não sabia. Gosto de SF todos vocês que me acompanham desde o blogspot sabem disso, embora de alguns anos para cá tenha me dedicado a minha coleção de aviões na escala 1/100. Não abandonei totalmente o foco. Dada a resposta semanas depois essa mesma pessoa postou o link do modelo que ele achou (provavelmente da area interna de downloads do Zealot) indicando o link para um blog em que havia dezenas de modelos de diferentes autores reescalados e fora de seus links originais.

Respondi educadamente que não havia gostado do blog por conta disso e ele veio com uma contra resposta dizendo, que fazia por conta da raridade de alguns modelos e que SABIA DA MINHA POSIÇÃO À RESPEITO DA PIRATARIA. Respondi novamente dizendo que pirataria não era apenas vender  um modelo de editora scaneado ou vender modelos free, mas também modificar e re-hospedar sem autorização dos designers.

Aí amigos, “pretiou o olho da gateada”, o pirata (essa pessoa) veio me dizer que estavam fazendo ele e sua “equipe” repaints de modelos de linhas aéreas comerciais, que tinhamos que nos unir em prol do papelmodelismo, que ele não era egoista em compartilhar os modelos e que eu estava pregando moral de cueca, pois tinha no meu blog material (acho que pirata) que ele tinha escavocado nos buracos negros da Net. CONFESSO QUE COM ESSA ÚLTIMA RI ALTO.

Então respondendo ao nossso Star Trek Pirate:

– Sobre a união dos papelmodelistas: Trabalhei anos à fio no meio em associações de modelistas, acho hoje um dia um saco, não quero me unir com ninguém, só quero montar os meus modelos, as pessoas que são minhas amigas no modelismo, são de relação pessoal, mesmo as que estão em outros estados. União para que, para demonstrar aquela torrente de vaidades de quem monta melhor  ou quem tem o modelo assim e assado. E outra jamais me uniria com piratas, por que sou bastante conhecido nas comunidades internacionais de modelismo, sou fornecedor da Ecardmodels, um dos beta-testers do Editor Fiddlers Green, conheço 90% dos grandes designers (me correspondo) como Julius Perdana, Marek Pacynski, Dr. Emil Zarkov, Krzychu74, Gearz, Rhaven Black, Aaron Murphy, Diego Cortez e tantos outros, não vou queimar o meu filme com essas pessoas, não mesmo, antes só que mal acompanhado.

– Sobre ser egoista: Uma coisa é comprar um chocolate e repartir a barra entre todos outra coisa é comprar um livro e o foto-copiar ou reescrever partes como lhe convem e distribuir o trabalho. Isso é ilicito, e imoral. Considerando todo o modelo de educação que tive e no que acredito, jamais iria distribuir um modelo que comprei entre estranhos. Se projeto um modelo de graça, tudo bem e considero o risco dele ser utilizado de maneira imoral ou ilegal. Por causa disso fazem anos que não lanço um modelo de ficção novo, e olha tenho vários no meu escaninho digital, perto de 50 ou mais todos Star Trek e Star Wars e algumas coisas bem inéditas, se montar vai ser para mim, por que cansei de ver o meu trabalho vilipendiado por gente como essa. Não faço pirataria. O ST Piratex deve estar me chamando de hipocrita, mas até mesmo os meus softwares são legalizados, windows legitimo, metasequoia e milkshape legitimo, 3d studio versão de estudante, Corel X6 assinatura mensal legalizado, pepakura legitimo, nem MP3 eu tenho pirata, eu compro ou escuto online via Deezer. E não me venha com a desculpa ahh eu sou pobre não tenho cartão internacional, por que hoje qualquer um tem, hello! Usa outra xurumela.

– Fiquei procurando que diabo de modelo eu teria exibido aqui no blog que foi o dito senhor que achou na internet com o seu serviço de raridades (grande merda tenho quase todo o catálogo da Ecardmodels e da FG com coisas que NUNCA apareceram e nem aparecerão nos piratas), a unica coisa próxima de coisas que vi num dos blogs dessa pessoa são o meu Catalina repintado com autorização do Marek e a venda na Ecardmodels http://www.ecardmodels.com/index.php/1-50-consolidated-vultee-pby-5-catalina-brazil-livery.html e o meu T-33 e o F-80 da DGA e de Rob Carleen. Existe um outro pirata nacional que repinta modelos da nossa aviação militar em cima de modelos da Fiddlers Green, e de outros, mas o trabalho além de mal feito tem um erro crasso, ele usa fontes de numerais e letras erradas, ele usa Arial em vez de usar a fonte correta (dessa vez não vou dizer qual é a fonte de sistema exata, é vou ser bem egoista) o que deixa o material bem desqualificado. Bem o T-33 e o F-80 são repinturas minhas feitas apenas para o meu uso e com as fontes e numerais corretos. Sabe me parece aquela coisa, perdeu os argumentos aí vem tentar intimidar, mas nessa perdeu babacão.

Por fim lamento profundamente que os meus amigos e leitores tenham que ler essa nota, mas tenho tolerância zero com esse povo, detesto aqueles que vem do alto da sua prepotência, em não aceitar o debate e não reconhecer que está errado e na falta de argumentos tenta difamar. Estou quieto aqui no meu canto. Qual é? Além do que esse não é um blog de repostagem de links ou de hospedagem de modelos, e sim de tecnicas de montagem, de história de aeronaves, dos meus textos, ora vai se danar parasita!

Por fim não vou deixar esse post aberto para comentários, isso é o meu espaço, não é democracia, e não to nem aí se não é politicamente correto, foda-se. Para aqueles que usavam a cbox corretamente criei uma alternativa um email do blog. Por favor usem esse email para expressar às suas dúvidas, os comentários nos posts futuros estarão sempre abertos.

blogdopericles@gmail.com

Um abraço para quem merece!

Mais um teste para a Oddball: Curtiss A-8 Shrike na escala 1/100

Mais uma daquelas gostosas adições a minha coleção dos anos 30 na escala 1/100.

Desta vez a vítima é o  Curtiss A-8 Shrike um desconhecido monoplano de ataque do USAAC dos anos de 1930, construído em pequena quantidade por conta da depressão econômica, esse avião era bem avançado para a época da sua introdução, bem armado e com um enorme motorão (O Curtiss Conqueror), algumas unidades também foram enviadas aos Chineses para testes operacionais.

O modelo não está pronto ainda, faltam detalhes cosméticos e os cabos, mas já dá para ter uma palinha…

Para variar é um teste para o meu amigo Aaron Murphy, por isso o modelo não tem interior detalhado, mas já estou pensando em fazer uma segunda versão scratcheando o interior que é uma belezura e aparece bastante…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

O modelo como sempre lembra os Fiddlers Green com esteróides. Acredito que em breve esteja a venda com o próprio Aaron Murphy ou na Ecardmodels.com

Trator aeronáutico Clark G-75 na escala 1/100

Bem amigos

Entrei num campo perigoso, (pois vicia tanto quando os aviões :S) o de veículos terrestres na escala 1/100,  e o primeiro modelo dessa série montado foi desenvolvido pelo talentoso Dave Winfield (aka Airdave). Trata-se do trator aeronáutico Clark G-75, um equipamento comum em bases norte-americanas nas décadas de 50 e 60. O modelo é componente de um pack de modelos para dioramas de campo de pouso que Dave disponibiliza para a venda em seu site http://cutandfold.info/ e na Ecardmodels.

O modelo é na escala 1/50, mas como de praxe eu reduzi para a escala 1/100.

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)ImagemZoom in (real dimensions: 640 x 480)ImagemZoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem