Antologia da Aviação Naval – Vol. 6 – Fairey IIID “Santa Cruz”

O nosso sexto volume da Antologia da Aviação Naval, traz um artigo já publicado no Blog sobre o notável scout naval inglês do período entre-guerras, o Fairey IIID, e da aventura particular de Portugal em embretar-se numa aventura aérea em plena década de 20.

O Avião:

Muita gente tem uma tendência, mesmo no Brasil em achar que Charles Lindenberg foi o cara que efetivamente conseguiu cruzar o Atlântico pela primeira vez, não desmerecendo, o feito do americano, o fato é que ele foi o primeiro a fazer em um vôo “non stop” a viagem da América do Norte a Europa em 1927, porém os primeiros mesmos a cruzar o Atlântico, foram o tenente Sacadura Cabral e o almirante Gago Coutinho em 1922.

III
A aventura…

As figuras, Gago Coutinho, morreu velho em 1959, Sacadura Cabral desapareceu no Mar do Norte em 1924, nunca foi achado o seu cadáver...

O Almirante Gago Coutinho, foi um grande geógrafo, responsável por muitas cartas modernas de territórios inóspitos na África e na Ásia quando eram possessões portuguesas, inventou entre outras coisas o sextante moderno de navegação, utilizado até hoje. Com esta invenção eles realizaram o vôo histórico, navegando pelas estrelas e pelo sol.

O Lusitânia decolando da Foz do Tejo em 30 de março de 1922, note a Torre de Belém ao fundo…

O primeiro Fairey IIID preparado para o vôo foi batizado de “Lusitânia”, esse avião foi perdido na primeira parte do trajeto, este Fairey tinha as asas alongadas para realizar o tento, depois os dois aviadores utilizaram mais um Fairey, o “F-401″ que também foi perdido em um acidente. O lusitânia se arrebentou nos rochedos de São Pedro e o “F-401″ em Fernando de Noronha após uma pane seca, com o “Lusitânia” foi feita a maior parte da viagem.

Com o acidente do segundo IIID, a Marinha Portuguesa despachou um terceiro batizado de “Santa Cruz” que fez o trecho final da viagem pelo litoral Brasileiro, dando às caras no Rio de Janeiro. Este avião encontra-se lindamente preservado no Museu da Marinha em Lisboa.

O Santa Cruz preservado, é impressionante a qualidade de conservação, 98% do avião é original.

Ao contrário de nós, que simplesmente deixamos durante muito tempo para trás a epopéia de João de Barros e o SM-55 “Jahú” que foi outro pioneiro da travessia do Atlântico, os portugueses reverenciam essas duas grandes personalidades, com belos monumentos e na sua numismática…

Selo postal português mostrando o Santa Cruz, que ficou mais famoso por ter terminado o trajeto, embora o Lusitânia foi o maior herói…

Cédula de 20 escudos (antes da implantação do Euro)

Monumento alusivo ao grande feito

Falando um pouco sobre o avião, o Fairey IIID foi ainda desenvolvido durante a I Guerra Mundial, como um provável substituto do Short 184, infelizmente este chegou tarde demais para participar do conflito, de modo que acabou entrando em serviço na FAA e na RAF no início da década de 20. Suas boas caracteristicas de vôo, uma célula quase modular e a possibilidade de intercambiar os flutuadores com trens de pouso, permitiram que a Fairey fosse desenvolvendo versões cada vez mais competitivas, sendo que as versões D e F foram exportadas para vários países com diferentes plantas motrizes. Um desenvolvimento da IIIF, o Fairey Gordon foi usado pela nossa Aviação Naval de 1932 à 1940, mas isso já é outra história…

O Modelo:

O modelo montado foi repintado por mim no Corel Draw X3 e está a venda na Ecardmodels , aqui. Foi projetado por Jim Fairges da pequena mas muita ativa firma Lad ‘N’ Dad, representa muito bem os Fairey IIID e F, o modelo original estava nas cores do Serviço Aéreo Naval Australiano originalmente, tudo que fiz foi repintar nas cores da Armada Portuguesa, detalhei a montagem dele em vários fóruns como no do CCCP, Panzer Model Forum, Papermodelers.com e Modelismo na Net

Adoro montar biplanos, e eles quando finalizados chamam muito a atenção, aqui, tem um PaP da montagem do Fairey IIID, espero que inspire os amigos modelistas a montarem os seus próprios trabalhos. Até a próxima.

Projetos do Péricles Stuff – Mistubishi B2M1 – 1/100 e 1/72

Como alguns já sabem, tenho uma pequena “fabriqueta” de modelos de papel e repaints. Muitos desses últimos,  já estão disponíveis para venda na ecardmodels.com, o que ainda não disponibilizei para o público é uma série de modelos que ando desenhando de aeronaves raras ou inexistentes no universo do papel modelismo.

Por exemplo, existe uma enorme lacuna de modelos de aeronaves japonesas, principalmente do período anterior a II Guerra Mundial (1939-1945), tento com essa iniciativa dar uma resposta a essa demanda dos papel modelistas em nível internacional, oferecendo modelos de qualidade.

O processo de feitura é lento, por que eventualmente utilizo softwares 3D para desdobrar as peças.  No caso do B2M, 95% das peças foram desenhadas à mão, o que faz com que exista a necessidade de se gerar duas montagens: uma alpha, que testa a mecânica de construção e o shape, e uma beta que testa o encaixe e outros detalhes.

O bombardeiro naval B2M foi desenhado pela casa Blackburn a pedido da Marinha Imperial Japonesa, no final da década de 20 e foi utilizado como aerotorpedeiro, bombardeiro de nível na primeira parte da longa guerra sino-japonêsa entre 1932 e 1937.

O modelo que estou construindo em forma de kit representa um B2M1 usado pelo Corpo Aéreo Ohmura em 1934 operando em base terrestre na China Continental.

Características:

  • Interior completo;
  • Detalhamento e texturas finas;
  • Marcações autênticas;
  • Torpedo e outros detalhes;
  • Escalas 1/100 e 1/72;
  • Possibilidade de fazer as asas em posição dobrada.

No fórum do Clube do Canhão, vocês podem acompanhar com exclusividade o desenvolvimento dessa montagem.

A previsão de finalização do modelo e comercialização é em maio, acredito que por esta época ele estará disponível para download na ecardmodels.com.

Um Fresquinho da Bancada: Um brutamonte da US. Navy: North American AJ-2 Savage

Bem amigos! Mais um modelo finalizado, em fevereiro e março o ritmo de montagem deu uma baixada, mas estamos aqui com novidades, dessa vez o modelo 1/100 da vez não é minusculo, pois trata-se do grande bombardeiro naval AJ-2 Savage, operado pela Marinha dos EUA nos anos 50 e 60.

O modelo é do meu grande amigo Aaron Murphy e foi montado para o concurso Oddballrama Contest, promovido pela comunidade Papermodelers.

Para quem quiser acompanhar o PaP dessa montagem no fórum do Clube do Canhão tem todos os detalhes para vocês. Divirtam-se

Ah o modelo está a venda na ecardmodels.

Em breve teremos um artigo na Antologia da Aviação Naval sobre esse bichão. Até lá!

Bristol Type 153A 1-100

Mais um 1/100 para a minha coleção de protótipos e máquinas não construídas.

Trata-se do Bristol 153A, caça bimotor, proposto em 1938 pela Bristol (para fazer frente ao Me-110), a semelhança deste com o Grumman Skyrocket é impressionante, ao contrário do avião da Grumman que vôou na forma de um protótipo em 1939/40 o Type 153A nunca saiu dos desenhos conceituais, aqui observamos uma versão protótipo ficticia com as marcações britanicas de 1940 para este tipo de avião.

O modelo é um beta teste do afamado designer Der Kampffleiger e em breve estará a venda na www.ecardmodels.com

O trem de pouso descolou quando eu estava mexendo no avião para fotografar só vi esse depois, sorry…

Mais um modelo finalizado na escala 1/100.

E vejam só! É um modelo de um helicóptero, rsrs.

O assunto é bem interessante, trata-se do Aeropastiale Super Frelon, um grande helicoptero tri-turbina, desenhado e construído na França entre os anos 60 e 80. Usado extensivamente pela Aeronavale, e por outras forças aéreas, notadamente a Sul-Africana e a Israelense. O Frelon serviu de base para o desenho do helicóptero pesado chinês AC-313.

O modelo é da Odd Ball Productions e este que vos escreve teve a honra de realiar a montagem beta do bichinho, bem como ajudar o design, o talentoso Aaron Murphy, recolorindo a criança nas cores e insginias exatas.

Este modelo em breve estará disponível para venda na ecardmodels.com, obviamente numa escala maior. Recomendo pois é um clássico da guerra fria.

Um Artigo e uma Nova Galeria.

Para dar uma agitada nesse blog apresento um novo artigo, na seção Série Máquina-História-Modelos, trata-se do clássico norte-americano dos anos 30, o pequeno caça biplano Boeing F4B4, nas cores esotéricas da nossa AN-MB (Aviação Naval da Marinha do Brasil) o artigo pode ser visualizado aqui.

Este foi o primeiro modelo que montei em 2012, para um GB no fórum Panzer Model específico sobre a Aviação Naval, foi uma experiencia interessante, em breve devo postar o PaP da montagem desse modelo, por enquanto fiquem com a galeria do modelo finalizado. Como sempre reduzido a minha escala constante de coleção: 1/100.

Um abraço a todos.

Grumman Windgeon 1/100 meu 2º modelo de 2012

Novo modelo finalizado:

Grumman G44 Windgeon. Bem amigos, esse pequeno aerobote foi desenhado antes da II guerra mundial para o mercado civil norte-americano, como um pequeno anfíbio para pousar em lagos e lagunas, teve uma grande produção, sendo usado no tempo de guerra pela Guarda Costeira e pela Marinha Norte-Americana.

Após a guerra foi muito usado por diversos operadores civis e militares.

O modelo é um beta teste da Oddball Productions, e estará em breve disponível para venda na Ecardmodels.com, recomendo a aquisição.

O assunto é um exemplar com matrícula civil norte americana nos anos 50, atualmente esse mesmo avião encontra-se em um museu na França.

Até a próxima gurizada!

Mais um Fresquinho da Bancada – General Dynamics F-16XL escala 1-100

Buenas amigos!

Mais uma aquisição para a minha coleção 1/100 de protótipos e aviação em geral. :) Dessa vez é um assunto incomun, pois não sou muito chegado em aviões muito modernos, mas desde a adolescência tenho adoração pela versão experimentaldo caça F-16, O XL foi uma variante de ataque tático desenhada para uma competição da USAF, que no fim o add nauseum do F-15 Strike Eagle ganhou. Acho que oF-16XL é um dos mais belos aviões já construídos.  O  único protótipo construído foi comprado pela NASA que o usou até 1998/99 para pesquisas com vôos supersônicos. Atualmente esse avião está em estocagem.

Sua aparencia lembra muito uma nave espacial, em especial a Lord Bristish do clássico arcade Salamander da Konami de 1987.

O modelo é comercial, comprei na Ecardmodels.com  foi o amigo Aaron Murphy da Odd Ball Design que desenhou essa joínha, que é muito fácil de montar, pois sendo ao estilo “Fiddlers Green” (porém com esteróides ;)) não apresenta grandes dficuldades de montagem, tendo um encaixe muito preciso.

Até a próxima!!!

Alguns Looks nos Modelos que Finalizei há Pouco Tempo Atrás…

Olá amigos e amigas!

Antes de ter tempo novamente para escrever matérias apropriadas para as seções próprias, vou postando aqui as novidades, em termos de modelos finalizados neste ultimo mês. A produção anda meio devagar comparado com o primeiro semestre, porém tenho sempre que posso feito alguma coisa…

Vamos às novidades:

A primiera é o scrath da nave Manbow J, o caça que o jogador controla no game Space Manbow, do saudoso sistema MSX, esse é o primeiro iten da coleção MSX Shooter Heroes Volume 1, a escala é próxima de 1/144. Este modelo foi feito com materiais variados como resina epoxy, buscuit, metal, papel cartão…

No campo do papel modelismo tradicional, finalizei mais um Nieuport, dessa vez é o Nieuport 24 nas cores da Força Aérea Italiana, o modelo é um freebie do tradicional designer  Prudenzatti, esse modelo foi feito para o concuros promovido pela comunidade papermodelers.com, o original é na escala 1/72, mas reduzi para a escala 1/100 e adicionei os detalhes de praxe…

Posteriormente finalizei um projeto que já estava há algum tempo na lista de trabalhos começados, o caça da FAB Lockheed F-80 Shooting Star, nas cores do 1º/14º GAv baseado na Base Aérea de Fortaleza nos anos 60. Este modelo é um freebie oferecido na Ecardmodels e na página do grupo DGA que repintei no Photoshop e no Corel Draw, esse projeto já se arrastava há algum tempo e agora foi finalizado…

O último modelo dessa leva é a curiosa asa voadora de propulsão convencional Lisppich P.04, esse modelo foi uma montagem teste para o amigo Roman Vasilyev, executei-a em uma semana, tenho prazer em testar esses modelos por que sempre tenho em primeira mão uma novidade em relação ao resto dos modelistas e esse transformou-se um uma curiosa adição para a minha coleção de Luftwaffe 46 1/100…

Bem pessoal por aqui ficamos por enquanto, até os próximos modelos e atualizações do site…

Um abraço!

Mais um Guia de Montagem, dessa vez apresento: Fairey IIID 1/100

Bem amigos e amigas, apresento mais um guia de montagem, dessa vez a construção de um clássico da história da aviação, o Fairey IIID utilizado por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, na primeira travessia do Atlântico Sul, neste modelo realizo poucas custumizações e apresento de uma maneira geral as minhas técnicas de montagem. Espero que gostem dessa página. Ela pode ser visitada no menu Taller del Peres ou então aqui .

Relembrando que esse modelo é uma repintura minha, e pode ser adquirido na Ecardmodels por um preço módico via Cartão de Crédito ou Paypal, maiores informações no meu catálogo aqui no Blog…