Do Grande ao bem Pequeno: Ryan Navion na escala 1/100

Do gigante ao pequeno em um tapa. As mais recentes adições a minha coleção 1/100, são dois exemplares do Ryan L-17 Navion, um pequeno avião privado de 4 lugares, projetado pela North American Aviation (a mesma fabrica que fez o famoso P-51 da II guerra) porém produzido pela Ryan no pós guerra. O Navion tinha um excelente desempenho, sendo uma curiosa mistura de automóvel dos anos 40 com a asa e a cauda de um Mustang. Muitos artistas de Hollywood como Veronica Lake foram proprietários de Navions, que tiveram aplicações militares também com a designação L-17. Apresento dois modelos: um uma maquina de ligação da US Navy e a outra um avião particular nas cores “warbird” do US Army. Modelos da Oddball Productions.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Os Meus 100 Modelos 1/100 – Dia 11- North American F-86E-10 Sabre

Os Modelos da Minha Coleção – Dia 11 –

North American F-86E-10 Sabre

O Sabre é talvez um dos mais clássicos aviões a jato militares desenvolvidos após a II Guerra Mundial. O F-86 começou como um derivado do “jet mustang”, uma versão com propulsão a jato do famoso P-51. No entanto o fim da II guerra mundial e a captura por parte dos aliados de copioso material de pesquisa alemão sobre asas enflechadas, encorajou os militares americanos e a NA a desenvolver uma versão do então XP-86 com asas enflechadas, surgindo um dos mais notáveis aviões militares de todos os tempos. O Sabre foi muito utilizado no conflito Coreano, onde a USAF se bateu de frente contra os sovieticos, chineses e norte-coreanos pilotando o MiG-15. O F-86 era o avião favorito de Chuck Yager que teve ampla experiencia de vôo nele. O Sabre no auge de sua carreira equipou mais de 30 forças aéreas e todos os continentes. Os ultimos foram aposentados nas pequenas Forças Aéreas da América Central na segunda metade dos anos 80, 40 anos após o seu primeiro vôo.
O F-86E-10 Liza Gal/El Diablo é um dos componentes do 4ª Ala de Caças da USAF, esta unidade envolvida na Guerra da Coréia teve muitos ases, nos confrontos diretos com os MiG-15. O F-86E-10 BuAer 51-2800 pertencia ao 338th Fighter Group, baseado na base aérea de Kimpo em 1952, tendo sido pilotado por um dos ases da ala. O capitão Chuck Owens. Este militar foi um dos ases da Guerra Coréia, sendo especialista em destruir alvos terrestres e tendo confirmadas apenas duas vitórias sobre as oito estrelas que o avião ostenta na fuselagem que são creditadas a outros pilotos que voaram o F-86E antes de Chuck.

Os Meus 100 Modelos 1/100 – Dia 3 – North American AJ-1 Savage

Os modelos da Minha Coleção – Dia 3 –

North American AJ-1 Savage

O Savage, foi a primeira aeronave embarcada da marinha americana dedicada ao perfil de ataque nuclear. Desenhado em 1948, ele deveria cobrir uma falha do P2V Neptune (contemporâneo), que era ter a capacidade de decolar e pousar em um porta-aviões, pois o P2V decolava com assistência RATO (Rocket Assistence Take Off) mas ficava impossibilitado pelo seu tamanho de pousar nos porta-aviões, tendo que amerrisar na água próximo a frota ou pousar em bases amigas. O Savage buscava exatamente cobrir essas lacunas, com o surgimento dos primeiros super-porta-aviões o Savage foi peça fundamental do poderio tático aéreo da Marinha até 1955, quando outras aeronaves surgiram o substituindo (Douglas A3 e Rockwell A-5). O seu grande e corpulento design bimotor, justificava-se por que ao tempo de seu projeto, os dispositivos nucleares eram grandes e pesados demais para serem transportados por um caça. Porém para fazer um avião volumoso como esse a N.A. optou pelo desing de propulsão hibrida utilizando motores a pistão P&W R2800 e na parte de trás da fuselagem um turbojato J-33 (o mesmo motor do P-80/T-33). Com o rápido desenvolvimento de outras aeronaves de ataque para a U.S. Navy, e a redução das armas nucleares, o Savage foi utilizado como aeronave de reconhecimento dedicado (AJ-2P) e aeronave tanque (com sistema de reabastecimento britânico de mangueira e funil). Os Savage ficaram em serviço de 1949 até 1962, sendo alguns repassados para o mercado civil norte-americano, onde foram usados como aviões bombeiros…

 

North American B-45 Tornado – 1/100 – Oddball for Oddballrama II Contest…

Uma das coisas muito divertidas que existe no papelmodelismo, como  já mencionei várias vezes é a interatividade entre os modelistas e os designers através da internet.

Estou participando do segundo concurso da Oddball na comunidade Papermodelers, que se objetiva a fotografar para o extenso catálogo desse editor alguns modelos que estão a venda na Ecardmodels, fiz três entradas de modelos nesse concurso: O B-57B, o He-111 Zwilling e o B-45. Apresento aqui para voces a montagem do North American B-45 Tornado.

Falando sobre o avião, especialmente a respeito do design, realmente ele é um mix de vários aviões norte americanos de bombardeiro, especialmente da N.A. ; De fato ele começou a ser projetado ainda na II Guerra Mundial, tanto que foi o primeiro bombardeiro a Jato dos EUA, por isso a semelhança forte com os seus irmãos da II Guerra, como bombardeiro teve vida curta, mas a versão de reconhecimento RB-45, com nariz sólido participou de diversas missões e operações secretas na guerra da Coréia e nos primeiros anos da Guerra Fria…

A montagem, voces podem acompanhar o diário de montagem (pouco detalhado) em inglês na comunidade Papermodelers.com

http://www.papermodelers.com/forum/oddball-o-rama-ii/24078-north-ameerican-b-45-tornado-stock-1-100-a.html

Em língua portuguesa dou a opção do nosso querido Clube do Canhão:

http://www.clubedocanhao.com.br/forum3/viewtopic.php?f=49&t=4049

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

:mrgreen: :twisted:
Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparei as naceles dos motores, notem que essa área cinza escuro tem que ser vazada, isso deu um trabalho…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A partir daqui instalei as naceles na seção central da asa sem instalar as entradas de ar para poder manipular com mais propriedade. Deu um pouco de trabalho para encaixar mas no final deu tudo certo…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparei as seções externas da asa…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Um look nas entradas de ar, esse avião tem algumas caracteristicas unicas como essa nacele geminada com dois motores…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

No embalo fiz os trem de pouso.

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A partir daqui fui para a ultima parte chatinha do nosso avião, preparar os tanques de ponta de asa, é o unico bombardeiro dos EUA e um dos poucos em todo o mundo a ter essa caracteristica bem típica dos designs americanos dos anos 50…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Os tanques instalados…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Uma caracteristica interessante é o fato dos tanques de ponta de asa terem duas aletas direcionais, desconheço outro avião que tenha esse arranjo..

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Finalmente instalei a antena com fio de polyamida desfiada bezuntada em bonder.

E fiz o ferrão do amigo com papel duplex pintado de cinza escuro simulando os canos da .50 de cauda

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Finalmente o modelo pronto e mais uma adição a minha coleção da USAF na escala 1/100 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

É um modelo muito interessante esse desenhado pelo Aaron e com certeza uma boa adição a minha coleção da Guerra Fria, vou ver se convenço o Aaron a produzir o RB-45, históricamente bem mais importante que a versão de Bombardeiro, que teve uma vida muito curta no serviço operacional da USAF. Até a próxima meus amigos!

Galeria North American F-100 Super Sabre – Der Kampfflieger 1/100 scale

Bem amigos.

Aqui está mais um modelo finalizado, dessa vez é o clássico North American F-100D Super Sabre, variante especializada em ataque ao solo, aeronave imortalizada no conflito do Vietnam. Porém ao invez das clássicas maquinas camufladas, optei por realizar uma decoração anterior quando a USAF mantinha ainda bases na França ao final dos anos 50…

Galeria Build In – North American F-100D Super Sabre – 1/100 Der Kampfflieger

Galeria de Montagem passo a passo do Super Sabre

 

A Galeria de um Clássico: North American F-86E Sabre

Bem amigos mostro mais uma vez o meu último modelo montado, terminado no meio do feriado, trata-se do North American F-86E Sabre. Um caça clássico dos anos 50, conhecido por seus épicos combates contra o MiG-15 na guérra da Coréia. Outro excelente modelo do Der Kampfflieger repitando por ASAF Nitsan.

O F-86E-10 Liza Gal/El Diablo é um dos componentes do 4ª Ala de Caças da USAF, esta unidade envolvida na Guerra da Coréia teve muitos ases, nos confrontos diretos com os MiG-15. O F-86E-10 BuAer 51-2800 pertencia ao 338th Fighter Group, baseado na base aérea de Kimpo em 1952, tendo sido pilotado por um dos ases da ala. O capitão Chuck Owens. Este militar foi um dos ases da Guerra Coréia, sendo especialista em destruir alvos terrestres e tendo confirmadas apenas duas vitórias sobre as oito estrelas que o avião ostenta na fuselagem que são creditadas a outros pilotos que voaram o F-86E antes de Chuck.

Lembrando que esse belo modelo em variadas versões está a venda na Ecardmodels originalmente na escala 1/48.

Até a próxima vez. :)

Antologia da Aviação Naval Vol. 5 – North American FJ-1 Fury

Dando continuidade a nossa antologia  , e focando no momento em aeronaves raras e incomuns, vamos atacar dessa vez num assunto do imediato pós II Guerra Mundial, o primeiro caça a jato naval operacional da história, que curiosamente não é um Grumman, nas sim um produto da North American Aviation: O FJ-1 Fury.Zoom in (real dimensions: 800 x 590)Imagem

Os estudos para a construção de um caça a jato, baseado no famoso P-51 Mustang, começaram em 1943, o chamado “Jet Mustang”, deveria ter quatro pequenos tubojatos centrifugos Westinghouse no encastramento das asas, desses estudos que após muitas modificações acabaram derivando-se no XP-86 (o famoso Sabre) e no FJ-1. O USAAC permitiu a NA que empregasse no seu protótipo asas enflechadas, porém a Marinha não o permitiu no Fury, o resultado disso é que a Força Aérea dos EUA teve um dos mais notáveis aviões de combate dos anos 50 e a Marinha teve uma aeronave mediocre em todos os aspectos, inclusive perigosa para operar em porta-aviões.

Zoom in (real dimensions: 800 x 579)Imagem

A produção encomendada de 100 unidades, com o fim da guerra acabou sendo reduzida a construção de 30 aeronaves em 1947 que entraram em serviço no esquadrão VF-5A operando no USS Boxer por um curto período de tempo. Coube ao Fury a distinção de fazer o primeiro pouso e decolagem de um avião a jato operacional em um Porta-Aviões, além de partircipar na corrida aérea Bendix em 1948 e conseguir na categoria jatos os dois primeiros lugares. Tirando esses dois fatos, sua carreira foi curta na marinha, tendo sido encerrada em 1950 com o advento do Grumman F9F Phanter e o MD F2H Banshee, produzidos em larga escala.

Zoom in (real dimensions: 743 x 800)Imagem

Imagem

A semelhança com o Mustang é evidente, nas asas que são identicas e no canopy…

O modelo:

O Fj-1 Escolhido é do editor Fiddlers Green e foi projetado pelo genial Rob Carleen, não tem formers mas é bem preciso, ofertando ao final um modelo bem interessante. Os únicos extras, foram a adição da antena de rádio e obviamente a redução do modelo para a 1/100 (ele estava na escala WSAN padrão da FG)

Até o próximo aporte da Antologia!

Um Fresquinho da Bancada: Um brutamonte da US. Navy: North American AJ-2 Savage

Bem amigos! Mais um modelo finalizado, em fevereiro e março o ritmo de montagem deu uma baixada, mas estamos aqui com novidades, dessa vez o modelo 1/100 da vez não é minusculo, pois trata-se do grande bombardeiro naval AJ-2 Savage, operado pela Marinha dos EUA nos anos 50 e 60.

O modelo é do meu grande amigo Aaron Murphy e foi montado para o concurso Oddballrama Contest, promovido pela comunidade Papermodelers.

Para quem quiser acompanhar o PaP dessa montagem no fórum do Clube do Canhão tem todos os detalhes para vocês. Divirtam-se

Ah o modelo está a venda na ecardmodels.

Em breve teremos um artigo na Antologia da Aviação Naval sobre esse bichão. Até lá!

Galeria: North American FJ-1 Fury

Mais um modelo finalizado, para a minha coleção da US Navy na 1/100, dessa vez vamos com o incomun North American FJ-1 Fury, o “Sabre” de asas retas, operado como um dos primeiros caças embarcados pela US Navy. Esse magnifico design foi projetado pelo amigo Rob Carleen e está disponível para venda na Fiddlers Green.

Escrevi uma pequena matéria sobre esse avião que pode ser visualizada aqui, além da galeria para o deleite de vocês.

Até a próxima!