Retrospectiva Modelista 2014

Bem amigos e amigas, mais um ano que se vai e mais uma vez é tempo de nossa Retrospectiva modelista, que esse ano teve recorde de montagens!

Para acessar a página clique AQUI.

Ou então vá na aba no Taller que é sem erro.

Um feliz 2015!

Mikoyan Gurevich MiG-17 – Força Aérea de Angola 1/100 – Der Kampffleiger

mig_17_4

O Mikoyan Gurevich MiG-17 (Codinome da OTAN: Fresco, Designação do DoD: Type 38) começou a ser desenvolvido em 1949 como uma versão avançada do MiG-15, no entanto a experiência real de combate na Guerra da Coreia fez com que o OKB MiG desenvolvesse na verdade um novo avião, incorporando novas características que compensavam os problemas do MiG-15, notadamente a tendência a entrar em parafusos acima de certa velocidade (próxima a MACH 0,92) em mergulho, e flutuações e derivações com o disparo das armas, que se mantiveram as mesmas. Entrando em produção a partir de 1952 o “Fresco” ficou pouco tempo em serviço na URSS, logo suplementado por aviões de projeto Mach 2, mas ficou longos anos em serviço em países do Pacto de Varsóvia, ou amigos da URSS, teve uma gigantesca produção na China, conhecido como Shenyang J 5 e na Polônia como LIM-5/6. Foi usado por longos anos no chamado “Terceiro Mundo”, pois era uma aeronave subsônica de alto desempenho, com simples manutenção e muito resistente. Com longa folha de serviços em combate, sendo o seu debut na longa crise com a China em 1958, tendo sido usado também no Vietnan, nas Guerras Arábes-Israelenses nos anos 60 e até mesmo no Conflito do Afeganistão nos anos 80. Bem pilotado era um adversário formidável, tanto que as nações ocidentais tinham poucos caças da sua categoria (notadamente as versões avançadas do F-86 e F-84 o Super Mystere e o Hawker Hunter), mas de longe com a resistencia e a praticidade da máquina soviética. O MiG-17 representado aqui é um exemplar exótico, pois pertence a Força Aérea Popular de Angola/Defesa Aérea e Antiaérea (FAPA/DAA) nos anos 70. Modelo desenhado por Roman Vasyliev, que tive o prazer de testar. Estás disponível para download no fórum Papermodelers e na Ecardmodels gratuitamente.

Fotos do Modelo Montado:

Após um Longo Período de Ausência. Estamos de Volta!

Bom dia amigos e amigas visitantes desse humilde espaço!

Faz tempo que não atualizo o blog, o que não quer dizer que ando parado, muito pelo contrário, é que tenho priorizado o tempo livre para o modelismo propriamente dito. Esse ano está sendo conturbado, e por “N” razões. Então é natural que haja longos períodos sem atualizações. O que não quer dizer que eu vá parar. Então vou tentar na medida do possível dar uma geral do que ando modelando por aqui…

Modelos finalizados desde setembro:

  1. Douglas AD-4 Skyraider (Coreia)
  2. Douglas AD-4 Skyraider (Navy Gray)
  3. Douglas A-1H Skyraider (VNAF)
  4. Mikoyan Gurevich MiG-17F (Força Aérea de Angola)
  5. Curtiss Hawk 75N (Royal Thai Air Force)
  6. Martin T4M-1 with Floats
  7. USS Macron
  8. Lockheed U-2B (CIA)

Modelos em diferentes estágios de montagem ou paralisados:

  1. Consolidated P2Y3
  2. Lioré et Olivier LeO 201
  3. Ford 4AT (Byrd)
  4. Gloster Gladiator Mk II
  5. Gloster Gladiator Mk II (FAP)
  6. Aichi E11A1 Laura
  7. Lockheed U-2B (USAF)
  8. Lockheed U-2B (NASA)
  9. Douglas TBD-1 Devastator
  10. Gradius Gaiden Project
  11. Fokker Dr I (425/17)
  12. Colonial Movers
  13. Short C23

IMG_20141016_235336384 IMG_20141016_085027550

Alguns projetos como SIG especiais que eu já mencionei aqui que estou trabalhando.

  • Um deles é o Projeto de Longa Duração: Coleção Aerobotes, Hidroaviões e Aeronaves de Flutuadores, vocês podem dar uma olhada no desenvolvimento dessa coleção em língua portuguesa no fórum do Clube do Canhão aqui: http://www.clubedocanhao.com.br/forum3/viewtopic.php?f=49&t=4174 Ou então em língua inglesa no fórum Papermodelers aqui: http://www.papermodelers.com/forum/aviation/26542-my-new-project-long-duration-seaplanes-airboat-collection.html
  • Coleção I Guerra Mundial: Essa é uma ideia nova, esse é o ano do centenário do início da I Guerra Mundial (1914-1918) então a ideia é fazer até 2018 uma coleção orientada de aeronaves usadas na grande guerra. Dialoga com o primeiro projeto, sobre os aerobotes e hidroaviões também. Nesse primeiro módulo o conceito é fazer 10 caças, ou como chamavam na época scouts. São esses: Airco DH-2, Fokker EIII, Sopwitch Triplane, Sopwitch Pup, Sopwitch Camel, Fokker Dr I, Albatross DIII, Fokker DVII, Nieuport 17 e Spad VII. Ainda não comecei nenhuma montagem mas o projeto está apontado no Fórum Coladores de Plástico:  http://www.coladoresdeplastico.com.br/forum/viewtopic.php?f=11&t=345 é um fórum novo e jovem, da qual sou moderador da área de outras modalidades. Publiquei apenas lá para dar uma força, mas as montagens da Grande Guerra aparecerão em outros lugares.

Como podem ver a casa tá cheia. Vou tentar nos próximos dias atualizar as montagens finalizadas. Vamos ver o que sai…

IMG_20140909_214926 IMG_20140909_094608084 IMG_20140909_094546079

O Trabalho do Meu Amigo Krzysztof Wagner

Uma das coisas muito interessantes que o papel modelismo proporciona, por causa da sua portabilidade e o uso intrínseco da informática na concepção de modelos ou na modificação ou ainda na sua impressão doméstica, é a interatividade entre modelistas e designers.

Nas primeiros anos do século XXI o papel modelismo entrou em afirmação na cena do hobby. Num Mundo dominado pelo plastimodelismo, foi natural surgir uma pequena (grande) comunidade internacional e se conhecer de nome, conversar, compartilhar idéias com pessoas do Mundo todo.

Em 2006 conheci pelo fórum Zealot. o amigo Krzysztof Wagner, um grande designer Polonês de papermodels, um verdadeiro artista, pois além de ser excelente designer, ainda pinta a mão as capas dos seus modelos que são vendidos na Ecardmodels. Os modelos do Krzychu74 como também ele é conhecido, primam pelo realismo nas texturas e nos detalhes, além de uma linha de aeronaves “esotéricas” (os meus favoritos são o Mitsubishi 1MT1N e o IAe 24 Calquin) ele tem dedicado-se a uma bela linha de navios que também está a venda na Ecardmodels.

calquin_2 k74_F6FHELLCAT_COVER

californian_4 californian_coverAlém de todas essas coisas legais Krzystof ainda mantém um blog o “Z notatnika PGiN.” onde ele vai mostrando as fases dos desenhos de seus atuais projetos.

Captura de tela de 2014-08-12 16:26:30

http://mikromodele.blogspot.com.br/

Além disso o designer mantém uma página no Facebook que é constantemente atualizada com os seus projetos e que tem muita possibilidade de interatividade

https://www.facebook.com/pages/Paper-Models-Design/137918202947434

Uma coisa legal tenho que falar sobre o Krzychu74, foi ele que me “apresentou” a escala 1/100, tive a honra de testar dois modelos dele na escala 1/100. o avião Vickers Jockey, o Fokker V1 “Flöh” e a bomba voadora V-1, depois disso nunca mais parei de modelar na escala 1/100. 😉

17158_1093444674704_7260716_n 17158_1093413753931_5001802_n 10391537_1065495295987_873155_nAté a próxima amigos!  :)

 

Obrigado Mais Uma Vez: POW no Papermodelers

Fico muito faceiro com essas coisas! Mais uma vez um modelo de  montagem minha é um POW (picture of week – fotografia da semana) no grande fórum papermoders.com,  dessa vez foi o Heinkel He-59 da Murph’s Models, obrigado pela escolha!

Captura de tela de 2014-07-21 09:54:15

E o TB-3 Ainda rende umas coisas legais depois de finalizado…

Não sou muito de me gabar, mas tá explicado por que estourei o bandwitch do photobucket. O TB-3 Zveno foi POW (Picture of Week) no fórum papermodelers.com, um dos maiores forums de papel-modelismo do Mundo.

Captura de tela de 2014-04-25 16:30:53

Um amigo de Hong Kong, também modelista, o Papermate desse mesmo fórum deu uma retocada nas fotos e botou o Zveno Aviamatka em vôo ;)

Imagem

Imagem

:faloneh:

Diário de Montagem Tupolev TB-3 Zveno Aviamatka (Parte 1 TB-3)

Bem amigos vamos agora publicar o diário dessa montagem que consumiu dois meses de trabalho intenso direto. Lembrando que ela também está publicado em português no fórum do Clube do Canhão e no Plastibrasil.org e em inglês no papermodelers.com. O modelo está a venda na Murph’s Models e eu realizei toda montagem beta.

Começando o projeto:

Para fazer o Zveno Aviamatka necessitamos além do TB-3, dois Polikarpovs I-5, um Grigorovich I-Z e dois Polikarpov I-16 Type 5, cabe ressaltar que estou testando esse papermodel para o designer original, ele ainda não está a venda no mercado. A escala é a famosa WSAM (que equivale a 1/60), mas eu reduzi para a nossa camarada 1/100.

Os modelos não tem cockpit detalhado, a não ser o TB-3, mas apresentam motores radiais muito bons e texturas bem legais, acho que teremos condições de mostrar um bom projeto para os amigos.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

As peças do TB-3, notem que a fuselagem é dividida em quatro grandes seções, por ter o formato de caixa não prevejo grandes dificuldades na montagem. Acredito que a proa seja a parte mais dificil nessa etapa…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui o I-16 Type 5, o modelo mais fácil dessa empreitada, por que não tem motor e nem trem de pouso, dois foram impressos…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui o Polikarpov I-5, o I-5 foi um caça muito semelhante ao Boeing P-12E, que foi usado pela VVS na primeira metade dos anos 30, de fato ao irromper a Grande Guerra Patriótica, várias centenas ou estavam servindo a aeroclubes ou em unidades de segunda linha da Aviação de Frente. O modelo é bem típico da Murph’s Models (Antiga Oddball Design), a maior dificuldade prevista é no alinhamento da asa superior e nos cabos, este modelo teve que ser impresso duas vezes.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Finalmente o Grigorovich I-Z, este caça também chamado de IP-1 P de Pancernik (Canhão) é um dos tipos mais desconhecidos em operação na União Soviética nos anos de 1930, era destinado a atacar bombardeiros inimigos ou atuar na função anticarro, pois tinha um canhão de 37 mm disparando através do eixo da hélice, para atuar nos Zveno, os IP-1 tiveram seus canhões removidos transformando na variante I-Z de assalto (capaz de carregar bombas pesadas nas suas asas). Por ser um monoplano, não estou prevendo grandes dificuldades na montagem deste.

Devagarito no más vamos começando a montagem desse leviantan. Quando estou com gás num projeto em geral começo por partes tediosas e repetitivas, comecei por parte do trem de pouso, pelo sistema de rodas duplas…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Até aqui nada demais, o único detalhe foi pintar a parte de trás do sistema de eixos.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

As rodas com suas quinas pintadas de cinza cortadas e preparadas para a montagem.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

A montagem sendo preparada…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Vamos a mais uma atualização de sábado e domingo…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Começamos preparando o cockpit do TB-3, inicialmente pelo habitáculo e pelos assoalhos dos pilotos…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Depois fui para os assentos e os comandos de controle são peças diminutas na 1/100, acabei esquecendo de fotografar os comandos mas são peças simples…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Cockpit finalizado…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aproveitei no embalo e fiz o former interno da asa, são um conjunto de peças simples na forma de “caixas”…

A montagem começou por parte da fuselagem, com especial atenção aos postos de defesa do meio da aeronave…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Nesta sequencia de fotos temos os detalhes da construção da metade para trás da fuselagem, notem, que a parte dos postos de metralhadoras tem um vazamento negativo em relação ao dorso, deu um certo trabalho executar isso, o segredo foi colar parte por parte. Para eliminar o branco do papel por que o posto é visível, pintei com “black green” da corfix a parte interna, deu para dar uma quebrada penso eu.

Bem amigos mais um conjunto de updates,dessa vez em cima da segunda metade da fuselagem…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Comecei colando a parte de cima da fuselagem, aba por aba.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Colagem do nariz com a sua forma característica de barco…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Montagem do degrau do nariz.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Inicio da colagem da lateral, notem os reforços perto do buraco do cockpit (que ainda vai ser aberto) são nas partes curvas que podem romper quando abrirmos esse espaço.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Peça preparada para receber o cockpit…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Cockpit instalado, se conseguimos sucesso na construção das partes curvas da fuselagem ele encaixa muito bem…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Colando o intra dorso da fuselagem…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Colei o vidro do bombardeador, pétala por pétala…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Close no cockpit…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Fiz então a cauda…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Juntei as duas metades da fuselagem e montei a cauda, ainda restam uns pequenos detalhes que precisam ser pintados. Mas uma parte importante do modelo do TB-3 está feito.

Eu também acho, mas se fizer não termino mais esse projeto kkkkk.

Bem amigos após um pequeno hiato vamos começar a preparar a montagem das asas.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Antes eu construi às hélices. Tenho esse costume, entre uma montagem e outra, de fazer partes repetitivas.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

A sequencia de preparação das peças das asas, elas precisam secar bem por que foram separadas nas faces, isso para quando forem formadas não houverem descolamentos nos bordos de ataque, em geral 24 horas.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Abertura dos buracos que acomodam os reforços internos das asas e dos estabilizadores.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Primeira parte do braço interno e o conjunto dos estabilizadores.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Montagem dos estabilizadores…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Peças coladas.

Bom amigos! Voltando a nossa montagem, tempo de atualizar com a construção das asas, que são obtidas com vários segmentos uma parte perigosa da montagem, pois se elas empenarem, adeus trabalho…

Antes instalei o resto da verga volumétrica…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 600 x 800)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Início da montagem das asas pela raiz, começa-se colando por baixo…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Segmentos exteriores, sempre verificando alinhamento…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Pontas coladas e objetivo cumprido. Como a colagem é demorada, o trabalho adentrou-se por dias…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Hoje domingo de carnaval, o desfile será na bancada fazendo as naceles dos motores.

Bem amigos vamos atualizando a nossa montagem do TB-3.Após o desafio da montagem das asas vamos para as naceles, um trabalho chatinho pois é bastante repetitivo… As naceles tem um formato ovaloide o que dá um certo trabalho para formar, a abertura das mesmas para adaptar ao bordo de fuga necessitou de pequenos ajustes, mas nada impossível de ser realizado.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)ImagemZoom in (real dimensions: 800 x 600)
ImagemZoom in (real dimensions: 1024 x 768)ImagemAs duas primeiras partes eram coladas na asa e depois de bem secas, partimos então para a construção da segunda parte, com o seu formato peculiar…Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Com todas as naceles feitas, partimos para a montagem dos escapamentos que são “meio tubos”, que precisam ser conformados as naceles…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Com mais uma etapa feita, vamos agora para o trem de pouso.

Montagem do trem de pouso, um conjunto simples, apesar do formato complexo do original…Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Iniciei a montagem pela perna principal, e depois foi colando os outros segmentos com super bonder em gel, por dentro dos tubos foi vertido um pouco de bonder também para dar uma certa rigidez ao conjunto.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Muita gente me pergunta, mas bah como voce consegue fazer uns tubos tão retinhos? O segredo esta aí, tenho uma profusão de agulhas de costura de todas as bitolas que são utilizadas para conformar os tubos e também para fazer a colagem. ;)

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Já com as patas no lugar :mrgreen:

Continuando com os nossos updates:Foi o tempo de realizar pequenos detalhes como os postos de defasa do TB-3, começamos pelos scarf riggings…Zoom in (real dimensions: 800 x 600)ImagemZoom in (real dimensions: 800 x 600)ImagemZoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Como as metralhadoras oferecidas no modelo ficam muito difíceis de serem montadas, acabei utilizando-me de papel cartão vivaldi na cor preta para as fazer de uma unica peça cortada, com exceção dos tambores de munição, que foram fabricados com um vazador cirurgico, as manoplas das metralhadoras foram pintadas com tinta marron claro também…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Além das metralhadoras outro detalhe custom no modelo que dá para ver na foto acima são as antenas de rádio com os seus respectivos cabos, que são feitos de aço monofilamento. Falando nisso outro detalhe interessante do TB-3 é que conjunto de cauda é todo braçeado por cabos de vôo, que também foram simulados aqui…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Um close geral das adições…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

E dou a primeira parte do Zveno finalizada, no próximo post mais fotos do TB-3 finalizado. :mrgreen:

Uma capa de verniz e ave mãe está pronta para receber os parasitas…Zoom in (real dimensions: 800 x 600)ImagemZoom in (real dimensions: 800 x 600)ImagemZoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

 Eu não consigo resistir a fazer algumas comparações de tamanho com outros aviões da minha coleção na mesma escala…

Zoom in (real dimensions: 1024 x 768)Imagem

Com o Martin B-10 (Martin 139WAN), notem que são da mesma época, e o B-10 era até o surgimento do B-17 o bombardeiro mais poderoso em serviço do USAAC, os EUA tiveram outro grande bombardeiro pesado o Curtiss Condor, que era um biplano anos luz atrás do TB-3

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Com o MiG-3, aqui dá para ver o tamanho da trozoba…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Com o Caproni Ca 3, notem que o Ca 3 foi um dos melhores bombardeiros da I Guerra Mundial, apenas dez anos separam a concepção desses dois projetos…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Com o North American B-45 Tornado…

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Uma comparação com o Mitsubishi B2M1 Type 89, são da mesma época, os japoneses não tinham uma aviação estratégica, a coisa mais parecida (e pequena que eles tinham como bombardeiros na primeira metade dos anos 30 eram os bombardeiros médios Mitsubishi Ki-1 e Ki-2 “Luise” bimotores, praticamente do tamanho do B-10, já mostrado aqui.

Zoom in (real dimensions: 800 x 600)Imagem

Aqui eu acho que dá para ter uma idéia do gigantismo do TB-3, junto com o KC-97G, não esqueçamos que esse avião é um derivado do Boeing B-29, a envergadura de asa é praticamente a mesma.

A primeira parte do projeto está pronta. Esse fim de semana começo os caças parasitas, vou começar pelos inferiores, possivelmente pelo Grigorovich I-Z.

Retrospectiva Modelista de 2013

Olá amigos!

Como de praxe no último dia do ano eu publico a retrospectiva modelista. 2013 foi um ano bom para o papel modelismo, espero que vocês se divirtam acompanhando a epopéia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA IMG_1182 IMG_0183_zps7081f925 IMG_0008_zps8df7f8a7O link para visualizar a retrospectiva é esse aqui: Retrospectiva Modelista

 

Um feliz 2014!

Algumas coisas.

Olá gente.

Tenho demorado para atualizar o blog, e confesso que isso advém de uma total falta de saco de uma maneira geral com a internet.

Tenho restringido a minha participação em fóruns e comunidades, e o problema chego a conclusão é que perco muito tempo atualizando postando fotos, tempo esse que poderia ser utilizado para as minhas montagens.

Assim hoje, o meu blog, a comunidade do CCCP, o site Fiddlers Green e o Papermodelers.com e o Facebook eu interajo (e já é um monte de coisas Jesus!) ainda.

Talvez essa falta de saco termine, algum dia, mas por enquanto tenho mantido o minímo aqui no Blog, sem grandes reportagens ou matérias, vamos ver se melhoro…

North American B-45 Tornado – 1/100 – Oddball for Oddballrama II Contest…

Uma das coisas muito divertidas que existe no papelmodelismo, como  já mencionei várias vezes é a interatividade entre os modelistas e os designers através da internet.

Estou participando do segundo concurso da Oddball na comunidade Papermodelers, que se objetiva a fotografar para o extenso catálogo desse editor alguns modelos que estão a venda na Ecardmodels, fiz três entradas de modelos nesse concurso: O B-57B, o He-111 Zwilling e o B-45. Apresento aqui para voces a montagem do North American B-45 Tornado.

Falando sobre o avião, especialmente a respeito do design, realmente ele é um mix de vários aviões norte americanos de bombardeiro, especialmente da N.A. ; De fato ele começou a ser projetado ainda na II Guerra Mundial, tanto que foi o primeiro bombardeiro a Jato dos EUA, por isso a semelhança forte com os seus irmãos da II Guerra, como bombardeiro teve vida curta, mas a versão de reconhecimento RB-45, com nariz sólido participou de diversas missões e operações secretas na guerra da Coréia e nos primeiros anos da Guerra Fria…

A montagem, voces podem acompanhar o diário de montagem (pouco detalhado) em inglês na comunidade Papermodelers.com

http://www.papermodelers.com/forum/oddball-o-rama-ii/24078-north-ameerican-b-45-tornado-stock-1-100-a.html

Em língua portuguesa dou a opção do nosso querido Clube do Canhão:

http://www.clubedocanhao.com.br/forum3/viewtopic.php?f=49&t=4049

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

:mrgreen: :twisted:
Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparei as naceles dos motores, notem que essa área cinza escuro tem que ser vazada, isso deu um trabalho…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A partir daqui instalei as naceles na seção central da asa sem instalar as entradas de ar para poder manipular com mais propriedade. Deu um pouco de trabalho para encaixar mas no final deu tudo certo…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparei as seções externas da asa…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Um look nas entradas de ar, esse avião tem algumas caracteristicas unicas como essa nacele geminada com dois motores…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

No embalo fiz os trem de pouso.

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A partir daqui fui para a ultima parte chatinha do nosso avião, preparar os tanques de ponta de asa, é o unico bombardeiro dos EUA e um dos poucos em todo o mundo a ter essa caracteristica bem típica dos designs americanos dos anos 50…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Os tanques instalados…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Uma caracteristica interessante é o fato dos tanques de ponta de asa terem duas aletas direcionais, desconheço outro avião que tenha esse arranjo..

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Finalmente instalei a antena com fio de polyamida desfiada bezuntada em bonder.

E fiz o ferrão do amigo com papel duplex pintado de cinza escuro simulando os canos da .50 de cauda

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Finalmente o modelo pronto e mais uma adição a minha coleção da USAF na escala 1/100 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

É um modelo muito interessante esse desenhado pelo Aaron e com certeza uma boa adição a minha coleção da Guerra Fria, vou ver se convenço o Aaron a produzir o RB-45, históricamente bem mais importante que a versão de Bombardeiro, que teve uma vida muito curta no serviço operacional da USAF. Até a próxima meus amigos!