Mitsubishi A6M2-K Scissors and Planes na 1/100

trainer0

Mais um finalizado talvez o último do ano (ainda tenho quatro modelos na lista) mas acho que vão ser finalizados em janeiro. Desta vez é um assunto comum, o famoso caça da Marinha Imperial Japonesa durante a II Guerra Mundial, o Mitsubishi A6M2 Zero, porém numa variante incomum: O A6M2-K, versão de treinamento de duplo comando, meu exemplar em particular pertence ao Konoike Kokutai baseado na Prefeitura de Kobe no Japão em 1944, está configurado para rebocar alvos. Modelo da Scissors and planes com grandes melhoramentos e kitbashs: cockpit da Tri Krapki, cownling e trem de pouso do Zero da Modelart e mecanismo de reboque full scratchbuilding…

Vultee V-1 “Bombardero” – Scissors and Planes 1/100

VulteeV-1Spainnr18-7salfotoAeron-1

Esse avião tem uma história engraçada; Ele foi desenvolvido inicialmente para o mercado comercial de rotas aéreas domésticas nos Estados Unidos, sendo ao tempo da sua introdução (1935) um dos mais avançados aviões de transporte do Mundo, sendo mais veloz que muitos caças e bombardeiros militares, tendo como características hélices de passo variável, revestimento metálico trabalhante, equipamento completo de rádio navegação. No entanto seu pequeno tamanho, o advento de aeronaves como o Boeing 247 e o DC-2, retiraram o V-1 do Mercado, que foi operado brevemente pela American Airlines e outros operadores menores. Um desenvolvimento do V-1 para fins militares gerou o bombardeiro de ataque Vultee V-11 que foi operado pela Aviação Militar e pela FAB nos anos 40. Na Europa o único operador do Vultee V-1 foi a LAPE que ao eclodir a guerra civil espanhola em 1936, fez com que os republicanos as confiscassem e com mais máquinas que foram compradas de diversas origens formassem uma força de 15 V-1 que foram convertidos em bombardeiros táticos, por conta de sua velocidade. Nesta função foram ineficazes pela ausência de um porta-bombas e de uma mira adequada. A partir de 1937 os republicanos os transformaram em avião de ligação.

va-v1a-01-cr-12
Modelo da Sicssors and Planes que teve várias modificações e customizações para representar o V-1 dos repulbicanos. Entre elas a adoção de formers internos, detalhes externos como metralhadora, antenas, volume no motor.

Curtiss SOC -3 Seagull com a Catapulta – 1/100 – Thaipaperwork + Scratch

Curtiss_SOC-1_zps91dc374d

A minha mais recente adição a coleção é um avião bem interessante, trata-se de um Scout da US Navy, o Curtiss SOC-3 Seagull. Desenvolvido nos anos 30 para substituir o Vought O2U/SU Corsair nos cruzadores e couraçados da Marinha dos EUA, o Seagull tinha como principal caracteristica o intercambio entre trem de pouso com rodas e flutuadores. Foi usado da metade da década de 30 até o fim da II Guerra Mundial, apesar do surgimento de outros hidroaviões mais modernos como o SO3C, o Vought OS2U Kingfisher e o Curtiss SC-1. Era amado por seus pilotos por ter boas características de vôo, os SOC-3 foram usados como escolta de navios de batalha, correção de artilharia, reconhecimento aerofotográfico, COD, MEDEVAC, ASW, SAR. O meu modelo na 1/100 foi desenhado pelo designer Nobi da Thaipaperwork, a catapulta de deck P IV é um scratchbuilding meu.

Fotos de Preparação do Modelo e da Catapulta

Fotos da Catapulta

IMG_2915_zpsc230683b 10649583_10201368620935866_1201910639612633348_n_zpsf2850858

Modelo Finalizado

Modelo Completo com a Catapulta P IV

Algumas Novidades na Bancada (algumas nem tão novas assim…)

Sempre me perguntam o que eu ando montando, então vamos dar uma revisada em cima do que está na bancada em montagem, ou aguardando a vez para uma retomada… 😉 Bem eis o que temos no cardápio :)

Kyushu J7W-1 “Shinden” – Beta teste para a Murphmodels, acredito que em breve devo terminar esse que é um dos mais curiosos aviões projetados durante a II Guerra Mundial.

10341520_10200907946499293_540162577037093022_n

Kyushu K11W1 “Shiragiku” – Modelo desenhado pelo meu amigo Ned Reif, bastante interessante, pois retrata um treinador japones da guerra raro de ser ver em escala, e por ter sido desenhado no Metasequoia, Pepakura, e finalizado no Inkscape

10389476_10200903523068710_6106765636495451069_n

Gloster Gladiator Mk II – Models by Marek (Repaint) – Outro que anda parado, mas espero em breve retomar é o Gloster Gladiator do Marek, eu o repintei no incomun esquema de três cores de camuflagem, usado efemeramente pela RAF em 1940, em um dos esquadrões da RAF que ainda  utilizavam o tipo durante a batalha da Inglaterra.

988457_10200743374065085_1700092330187231463_n

Aichi E11A1 “Laura” – Esse é novela, já se arrasta há alguns meses, mas espero terminar em breve, ando desmotivado em terminar a catapulta dele na 1/100 (a redução de um modelo da GPM na escala 1/33)

1185493_10200557312773669_1588771931_n

Consolidated P2Y Ranger –  Outro que em breve deve ser retomado, pois gosto muito desse avião, e o modelo é um semi scratch da minha autoria, como o B2M.

1558601_10200282571865318_427152353_n

Lord British – Fazia horas que não fazia nada na área do Sci-Fi, pois estou fazendo as quatro naves  do jogo de Playstation 1 Gradius Gaiden. A Jade Knight está feita já, e atualmente a Lord British está no meio do caminho. Em breve devo retomar.

1975132_10200683222801341_2410333428647707941_n

Outros modelos que encontram-se parados esperando a vez para serem finalizados (Mais de 50% do modelo concluso:

Ford Trimotor – Almirante Byrd – Fiddlers Green

Lioré et Olivier LeO-213 – Monseiur M

Tem várias outras coisas cortadas ou em vias de serem assuntos de bancada, mas tem pouca coisa para justificarem uma comunicação, vou deixar elas avançarem um pouco mais e aí sim posto aqui. 😉

Retrospectiva Modelista de 2013

Olá amigos!

Como de praxe no último dia do ano eu publico a retrospectiva modelista. 2013 foi um ano bom para o papel modelismo, espero que vocês se divirtam acompanhando a epopéia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA IMG_1182 IMG_0183_zps7081f925 IMG_0008_zps8df7f8a7O link para visualizar a retrospectiva é esse aqui: Retrospectiva Modelista

 

Um feliz 2014!

O Primeiro Kit do Péricles Papermodel Studio – FINALIZADO – Mitsubishi B2M1 Type 89 Model 1 na escala 1/100

Amigos e amigas. Com muito prazer, depois de um ano de desenvolvimento (iniciado em novembro de 2011) declaro que o modelo do Mitsubishi B2M1 Type 89 Model 1 está finalmente concluso.

O desenho básico desse aparelho, remonta a década de 1920, os seus desenhos foram encomendados a Blackburn. Na verdade o Type 89 (como também era chamado) é uma versão maior do Blackburn Rippon em serviço na FAA na primeira metade dos anos 30.

Zoom in (real dimensions: 492 x 579)Imagem

Aceito nos testes, os japoneses decidiram motorizar o aparelho de produção com o motor Hispano-Suiza 12Y, tirando isso diferia em poucos detalhes do aparelho original. A característica mais notável desse modelo são as asas superiores decaladas em envergadura em relação a inferior (a asa de cima é menor que a asa de baixo).

Zoom in (real dimensions: 605 x 264)Imagem

Este torpedeiro ficou em uso de 1930 até 1937 atuando na primeira parte do conflito sino-japonês, principalmente na função de bombardeiro de nível.

Zoom in (real dimensions: 508 x 354)Imagem

Existiram duas versões de produção a B2M1 e a B2M2 com cauda diferente e envergadura geral mais curta.

Zoom in (real dimensions: 609 x 799)Imagem

General characteristics

* Crew: Three
* Length: 10.27 m (33 ft 8 in)
* Wingspan: 15.22 m (49 ft 11 in)
* Height: 3.71 m (12 ft 2 in)
* Wing area: 55 m² [5] (592 ft²)
* Empty weight: 2,260 kg[5] (4,982 lb)
* Loaded weight: 3,600 kg (7,900 lb)
* Powerplant: 1 × Hispano-Suiza 12Lbr V-12, 485 kW (650 hp)

Performance

* Maximum speed: 213 km/h (115 kn, 132 mph)
* Range: 1,779 km (960 nmi[5], 1,105 mi)
* Service ceiling: 4,500 m (14,700 ft)

Armament

* Guns: 1 × forward firing 7.7 mm (.303 in) machine gun and 1 × flexible 7.7 mm (.303 in) machine gun in rear cockpit
* Ordinance: 1 × 800 kg (1,764 lb) torpedo or equivalent weight of bombs

Zoom in (real dimensions: 547 x 212)Imagem

O assunto do nosso modelo é o B2M1, a maior dificuldade na confecção foram as esparsas documentações a respeito deste avião, praticamente inexistem boas plantas e algumas estão erradas. Foi feito um grande esforço e estudo das poucas fotografias de época que existem disponíveis na internet para a confecção deste modelo, porém penso que o resultado valeu a pena. Como voces podem ver:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Apesar do tempo que levou para finalizar todo o projeto gostei bastante dos resultados finais, ainda estou pensando se irei comercializar ou não esse modelo, pois a montagem não é para principiantes. Se pôe ele a venda, resta ainda normatizar todas as peças, redimensionar para 1/72 e 1/48 e fazer instruções (a parte mais chata)…

Para quem quiser acompanhar todo o processo de desenho e construção por favor de uma visitinha no fórum do Clube do Canhão neste endereço: http://www.clubedocanhao.com.br/forum3/viewtopic.php?f=14&t=3510

Dedico esse modelo a memória do amigo José Reis, que com certeza se estivesse entre nós seria um dos entusiastas na montagem dessa “avis rara “.
_________________

Mais um Modelo daqueles de Tirar o Fôlego

Olá amigos e amigas!

Mais uma vez estamos aqui mostrando um tabalho fabuloso trata-se de um modelo feito em scratchbuilding, representando um pequeno carro de bombeiros italiano dos anos 50 e 60. Além da qualidade impressionante do trabalho, executado com maestria pelo modelista Enrico63 da comunidade papermodelers.com. O modelo apresenta algumas técnicas de montagem muito interessantes que podem ser utilizadas em outras categorias de modelismo, notadamente no plasti modelismo, vale a pena ler a thread do começo ao fim, pois é uma aula de modelismo alternativo : http://www.papermodelers.com/forum/civilian-wheels/18860-ape-piaggio-car-fire.html Esse modelo para mim é uma clara mostra do que é possivel fazer em termos de multi-media usando o papel como base…

Antologia da Aviação Naval Vol. 3 – Yokosuka E14Y1 “Gleen”

O modelo que apresento neste 3º volume é um assunto muito interessante, pois representa um tipo de aeronave usada exclusivamente pela Marinha Imperial Japonesa durante os anos da II Guerra Mundial (1939-1945) e que detém a singularidade de ser a única máquina a ter bombardeado o território continental dos Estados Unidos em 1942.

O Avião:

Esse bichano relativamente desconhecido, foi um dos muitos hidro-aviões japoneses projetados para serem lançados de submarinos (especificamente os da classe B1 (I-15), este pequeno avião era todo desmontado ficando em um compartimento na torre dessa classe de submarino ( que tinha 108 metros de comprimento e pesava 2600 toneladas – um dos maiores operados pelo Japão até a introdução da classe I-400).

A Marinha Imperial Japonesa, ao contrário de outras marinhas usaram extensivamente o conceito do submarino equipado com aviões de reconhecimento na II Guerra Mundial, sendo que seus submarinos usarem esse tipo de Hidroavião pra vários tipos de reconhecimentos furtivos, missões secretas e até mesmo recolhimento de agentes. A mais famosa ação do E14Y foi o bombardeiro de uma floresta no Oregon em 1942 na tentativa de criar um incêndio florestal, esta ocasião foi a única vez que a parte continental dos Estados Unidos sofreu um bombardeiro aéreo em sua história (lançado pelo submarino I-25).

No entanto, antes disso o Gleen do submarino I-36 foi utilizado para reconhecimento furtivo horas antes do ataque a Pearl Harbor, na tentativa de localizar os porta-aviões da forta do pacífico, em Pearl ou nas proximidades.

Este pequeno monoplano de dois lugares, foi desenvolvido em 1938 para substituir os biplanos E9W que serviam a bordo de submarinos, ele era totalmente desmontável, sendo que em apenas 45 minutos com treinamento era possível montar e desmontar as asas, flutuadores e seção de cauda, foram produzidos  144 exemplares…

O Modelo:

A minha representação do Yokosuka E14Y na escala 1/100 é praticamente um trabalho artesanal, pois o modelo é um scratchbuilding desenhado a mão e vetorizado no Corel Draw X4. Na verdade apenas as peças maiores foram vetorizadas. As menores foram construídas na unha. Usei nesse modelo uma série de técnicas não convencionais ao universo do papelmodelismo, mas que no geral, me agradaram bastante. Como reconhecimento, o modelo foi o destaque da semana e capa da comunidade papermodelers.com em setembro do ano passado.

O modelo representa o avião lançado pelo submarino I-25 para realizar um reconhecimento furtivo noturno sobre a baía de Pearl Harbor, horas antes do ataque japonês aquela base norte-americana.

Alguns Previews…

Bem…

Já que mostrei o que está pronto, está na hora de mostrar o que anda meio parado na Bancada e que pode ser finalizado em pouco tempo. Esses projetos podem ser finalizados na semana, ou então daqui há muito tempo, quem sabe o que vai acontecer hann???

Pelo menos fica aqui a intenção registrada o atiçamento das formigas 😉

1. Boeing P-26 Models by Marek escala 1/100

Esse é um modelo que está sendo feito direto da folha, encontra-se em um estado bem avançado de trabalho, é um que tendencialmente devo terminar em breve, assim que retomar o saco de participar dos gb’s do site panzermodel (confesso que ando muito, mas muito desmotivado)

2. Savoia Marchetti SM-55A – Modelo by Peres escala 1/100.

Esse é um scratch digital, foi feito usando como base uma meshe do Combat Flight Simulator da Microsoft, eu converti, adaptei o modelo, desdobrei no Pepakura Designer, montei a asa, e o saco se foi putz, o pior é que adoro esse avião, vamos ver se recupero o gás para montá-lo…

3. Myasishchev M 4 Bison – Maketekk Escala 1/100

Esse é sem dúvida o maior modelo que já montei na escala 1/100, outro que anda parado, por uma absoluta falta de saco, mas acredito que em breve devo retoma-lo, já que os detalhes que faltam são vamos por assim dizer cosméticos, é que esse modelo deu tanto trabalho, que perdi o combústivel de finalizá-lo.

4. Venator Star Destroyer – JayBats, Tiluchi, Hawkman67 – Sem escala

Esse modelo era para ser feito no GB de Ficção do Panzermodel Fórum, mas como roí a corda em relação ao prazo de finalização tá aí se arrastando, mas como o modelo está mais ou menos 75 % finalizado é outro que deve ser concluso ainda esse ano…

Existem outras coisas que não tenho foto que estão na “pile list” a saber:

  1. Hawker Ninrod – Outro scratch digital usando uma meshe do Combat Flight Simulator 1, o modelo já está no jig mas me falta saco de terminá-lo, é um dos mues mais antigos projetos na bancada, arrasta-se desde 2007…
  2. Breda 65 – Apenas Cortado desde 2010;
  3. Colonial Movers –  Falta finalizar um container, apra passarmos para a fase 2 é outro que se arrasta desde 2008;
  4. Wing Commander Arena Rapier (Variantes) –  Apenas as peças da variante cavalier montada.
  5. Martin 139W  – O modelo ainda está na fase de repintura digital, faltando apenas aplicar os “decais”.
  6. Naboo Fighter – 35% montado, parado desde 2009;
  7. Horten Ho XVIII -40% Montado, na quarta tentativa de montar esse modelo do blog Paperhobby, quando acertei, acabou a motivação.
  8. USS Hautignton – Federation Deuteriun Tanker – 1/1700 – Montagem iniciada, mas momentâneamente parada.

Bem gente é isso por enquanto, foi bom publicar essa lista, quem sabe não acho o incentivo necessário para vencê-la? Veremos…

Até a próxima.

Alguns Looks nos Modelos que Finalizei há Pouco Tempo Atrás…

Olá amigos e amigas!

Antes de ter tempo novamente para escrever matérias apropriadas para as seções próprias, vou postando aqui as novidades, em termos de modelos finalizados neste ultimo mês. A produção anda meio devagar comparado com o primeiro semestre, porém tenho sempre que posso feito alguma coisa…

Vamos às novidades:

A primiera é o scrath da nave Manbow J, o caça que o jogador controla no game Space Manbow, do saudoso sistema MSX, esse é o primeiro iten da coleção MSX Shooter Heroes Volume 1, a escala é próxima de 1/144. Este modelo foi feito com materiais variados como resina epoxy, buscuit, metal, papel cartão…

No campo do papel modelismo tradicional, finalizei mais um Nieuport, dessa vez é o Nieuport 24 nas cores da Força Aérea Italiana, o modelo é um freebie do tradicional designer  Prudenzatti, esse modelo foi feito para o concuros promovido pela comunidade papermodelers.com, o original é na escala 1/72, mas reduzi para a escala 1/100 e adicionei os detalhes de praxe…

Posteriormente finalizei um projeto que já estava há algum tempo na lista de trabalhos começados, o caça da FAB Lockheed F-80 Shooting Star, nas cores do 1º/14º GAv baseado na Base Aérea de Fortaleza nos anos 60. Este modelo é um freebie oferecido na Ecardmodels e na página do grupo DGA que repintei no Photoshop e no Corel Draw, esse projeto já se arrastava há algum tempo e agora foi finalizado…

O último modelo dessa leva é a curiosa asa voadora de propulsão convencional Lisppich P.04, esse modelo foi uma montagem teste para o amigo Roman Vasilyev, executei-a em uma semana, tenho prazer em testar esses modelos por que sempre tenho em primeira mão uma novidade em relação ao resto dos modelistas e esse transformou-se um uma curiosa adição para a minha coleção de Luftwaffe 46 1/100…

Bem pessoal por aqui ficamos por enquanto, até os próximos modelos e atualizações do site…

Um abraço!