Galeria Build In: Horten Ho-229 Fiddlers Green.

Além do diário de montagem aqui vai a galeria de montagem da nossa asinha voadora chucruta aproveitem…

Diario de Montagem – Horten Ho-229 Fiddlers Green – Modelo Finalizado

Finalizado:
Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Algumas comparações de tamanho:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Uma comparação com outro Luf 46 famoso na mesma escala o Focke Wulf TA-183

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

E orgulhosamente instalado na minha seção Luftwaffe…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Até a próxima! :)

Diário de Montagem: Horten Ho-229 Fiddlers Green – Atualização 4/10/2012 – Asas, Trem de Pouso e Detalhes Finais

Estamos resumindo o nosso trabalho de montagem, já encaminhando para os finalmentes.

Com o fracasso na primeira tentativa de confecionar as seções externas das asas, imprimimos um segundo set das peças dos modelos para reposição e nova tentativa…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

O segredo para confecionar as asas é manter a curvatura no bordo de ataque e alinhar a colagem no bordo de fuga, feito isso foi só colar na seção central e a bela forma do avião apareceu!

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Para variar esqueci de tirar algumas fotos a mais da confecção da asa mas acho que a explicação escrita já contempla… ;)

Preparamos então o trem de pouso, é uma peça simples, ams que precisa de atenção nas partes que devem ser vazadas do papel. Para colagem no avião utilizamos cola CA em gel…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparamos então as rodas, são peças bem simples, o segredo foi dar uma deformada nas costas dos pneus e uma achatada no pneu maior da bequilha como se tivesse o peso do avião…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Fizemos então as peças que compõem as portas do trem de pouso, são em geral peças chapadas com exceção da porta da bequilha que tem o numero 23, notem que pintei de cinza escuro a parte de trás

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Aqui as peças coladas, antes demos uma dopada nas pernas do trem de pouso para garantir a rigidez necessária para não empenar…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Fiz os canos dos canhões com fio ortodôntico, colado com CA, pintado de preto e considero o modelo finalizado.

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Não sobrou quase nada a não ser umas peças para deixar o cockpit aberto…

Diário de Montagem: Horten Ho 229 Fiddlers Green – Atualização 2/10/2012 – Motores, Canopy e Outros Detalhes

Instalação dos Motores do Intra-dorso e do Canopy.

Os próximos conjuntos instalados foram os motores, inicialmente colamos as peças que compõem as entradas de ar. O burro que vos tecla esqueceu de tirar algumas fotos de todas as etapas, mas dá para ter uma idéia…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparação das áreas externas: exaustores e entradas de ar:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Exaustores

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Entradas de ar…

Motores finalizados:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

As peças que formam o motor são bem chatas de serem confecionadas, pois apresentam a base e vincos pequenos para colagem a partir da fixação dessas peças, colamos a entrada de ar e o exaustor, notem o porquê de não colar as seções externas das asas, para podermos futricar na peças do meio para ajudar na conformação da colagem…

Preparamos os cones do exaustor e dos eixos dos turbojatos…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Os cones de trás com o cockpit cortados…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Os cones da frente já colados, eu vitrifiquei essas peças com cola CA, esperei secar e pintei para dar o aspecto arredondado do avião real…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Preparei o canopy, que também é uma peça totalmente arredondada…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A colagem aqui exigiu cuidado e atenção sob pena de não entortar a peça que é bastante delicada.

Tá ficando com a cara do avião…

Partimos então para o dorso que é protuberante, outra peça que exige atenção na sua formação e montagem…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Aqui a sequência de montagem, a peça foi colada com cuidado em alguns casos usamos um palinete de madeira de manicure para ajudar na colagem e conformação da peça.

Partimos então para as seções externas, mas já de cara contra-tempos…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

As asas serão cenas do próximo capítulo… Amanhã ;)

Diário de Montagem: Horten Ho 229 Fiddlers Green – Atualização 1/10/2012 – Seção Central da Asa

Começando o modelo, inicialmente ipearmeabilizamos as peças. Como voces podem ver os modelos Fiddlers Green em geral tem poucas peças, mas isso não quer dizer que o modelo seja de fácil montagem. Neste caso, o segredo está na construção da área central do avião. pois ela mantém a curvatura da asa.

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Aqui observamos o corte da área central da asa a peça tem uma curvatura complexa.

Iniciamos pintado as bordas e quinas com tinta aquarela e canetas marcadoras. A vantagem da tinta é com misturas conseguimos tons muito próximos ou iguais as cores do modelo…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

A base das abas de colagem também são pintadas…

Depois de tudo bem seco tratamos de fazer os vincos das peças, eu uso uma espátula dentária para vincos arredondados e moderadas e um bisturi com a lâmina cega para vincos em 90º quando se faz necessário…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Aqui a parte de trás precisa de vincos em 90º nas abas…

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Sequência de montagem da seção central:

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Zoom in (real dimensions: 640 x 480)Imagem

Começamos a colar a peça por cima, em alguns casos usamos para ajudar na colagem dos cantos arredondados, boleadores e em pontos de difícil acesso pinças, essa etapa é fundamental, pois ela define a forma do avião…

Diário de Montagem – Horten Ho-229 Fiddlers Green – Apresentação (28/09/12)

Bom pessoal inauguramos a nossa nova seção no blog: O Diário de Montagem , vou tentar com posts rápidos detalhar uma montagem de um modelo. Com ela finalizada, todos os posts viram um artigo de consulta permanente na seção correspondente.

O modelo escolhido foi a asa voadora alemã Horten Ho-229, um luft 46 que esteve perto de voar, um modelo da Fiddles Green que está sendo montado para ser exibido no grande memorial de Chip Fyn.

Como vocês sabem, o Chip faleceu neste mês conforme foi relatado em primeira mão aqui no blog, então estou remontando (dessa vez na 1/100) o primeiro modelo da Fiddlers Green que montei (lá pelos idos de 2005), com a minha história sobre as conversas que tive com o Chip por email neste memorial.

O avião:

O Ho-229 foi um dos mais incríveis projetos militares desenvolvidos na Alemanha Nazista durante a II guerra mundial. Esta asa voadora foi concebida na década de 30 originalmente como um planador de pesquisa para testar o conceito de flaperons, torção de asa e ausência de timão de direção…
Com as exigências da guerra e a Alemanha perdendo e sendo reduzidas a escombros nos duros anos de 1944 e 1945 o RLM considerou estudar e aplicar idéias avançadas, as vezes mal testadas, que ou pelo caos instalado com o fim da guerra ou entraves técnicos não fizeram brotar das fábricas. Tirando o Me-262, o He-162, o Me-163 e o Ba-349, nenhum dos incríveis projetos desenvolvidos por Focke-Wulf, Gotha, Lispich, Messerschimitt e outros tantos saíram da prancheta.
O Ho-229 (também designado como Ho IX )é um dos raros casos de protótipo avançado que foi construído e testado neste período como planador e também como caça motorizado, com dois turbojatos Jumo 004. Otimizado para ter um desempenho fora do comum seguindo exigências absurdas de Göering em relação à performance, (no intuito de fazer com que a Luftwaffe recuperasse a supremacia aérea) e tentando usar o mínimo de materiais estratégicos na construção, o Ho-229 V6 foi a versão definitiva e se a guerra tivesse durado mais uns meses com certeza seria posto em produção como Gotha Go-229A-0 (A fábrica de planadores dos irmãos Horten foi absorvida pela empresa Gotha).
Após a guerra os irmãos Horten foram parar na Argentina onde continuaram os seus estudos de asas voadoras e planadores avançados sob o patrocínio de Perón, mas isso é outra história…

Zoom in (real dimensions: 524 x 359)Imagem

Três vistas do Ho-229

Imagem

Aspectos da construção do protótipo V6

Zoom in (real dimensions: 626 x 233)Imagem

Uma bela imagem do planador V4 com a sua incrível silueta…

Continua…

Novidades, Noticias, Justas Atualizações.

Bem amigos e amigas! Estamos de volta!

Primeiramente, um grande pedido de desculpas pelo longo período offline, isso deveu-se ao fato de que o servidor onde estava hospedado o forum, página e os blogs do Clube do Canhão ter sido trocado, encerramos nossas atividades com a UOL (aliás a empresa no final comportou-se de maneira extremamente deselegante, retirando do servidor o nosso conteúdo antes do fim do contrato programado), estamos agora em um servidor próprio. Porém nosso competente webmaster estava (e está) assoberbado de trabalho, por isso as coisas demoraram um pouco para voltar aos eixos, lembrem-se isso é um hobby (modelismo e o nosso espaço virtual), primeiro a vida real depois o irreal (divertimento).

Apesar de estar sumido nessas duas ou três semanas, isso não quer dizer que não estávamos em atividade, pelo contrário, a bancada está fervendo de novidades. Vamos a elas…

Como voces sabem eu voltei a fazer plastimodelismo depois de um longo periodo apenas no papelmodelismo, apesar de por enquanto o modelo estar paralisado, tenho me divertido com o Curtiss P40E na 1/72 da Academy, espero em breve retomar essa montagem…

A montagem detalhada do P-40E está no fórum do Clube do Canhão neste endereço: http://www.clubedocanhao.com.br/forum3/viewtopic.php?f=14&t=3726

Já no campo do papel modelismo, além das duas montagems recentes, postadas aqui ontem, temos várias coisas em andamento, vamos conferir:

Saab Draken

Dornier Do-18

Meus dois últimos modelos montados, a produção esse ano está mais devagar…

A bancada está fervendo, estou com cinco projetos concomitantes vamos a eles:

MD F-4C Phanton II, nas cores da USAF durante o conflito do Vietnan, este modelo foi scaneado por mim a partir de um magazine GPM na resolução de 600 DPI, foi reduzido para 1/100, o objetivo é reproduzir todos os detalhes nessa escala como no modelo original. O modelo está sendo montado para um GB no fórum Plastimodelismo Livre e Democrático com a montagem espelhada no fórum do Clube do Canhão.

O Fokker EIII é outro experimento de conversão da 1/33 para a 1/100, ele é a base de teste de um monte de técnicas novas, a montagem está sendo transformada em um artigo que será publicado em breve no site do Clube do Canhão…

O Curtiss Condor esta sendo montado direto da folha (com exceção da redução da escala para 1/100), este modelo esta sendo feito para o 8º GB de Aviação do Panzermodel Fórum e está tendo a montagem concomintante espelhada no Clube do Canhão. O modelo é uma das pérolas de Aaron Murphy, e acredito que pelo estágio avançado da montagem, será um dos primeiros a ser finalizado desse “grupo dos cinco” (F3B, F4C, Condor, EIII, B2M)

Der Kampfflieger, me imcubiu de realizar a montagem teste do seu mais novo modelo, o Boeing F3B, o original é na 1/48, mas eu reduzi para a 1/100, o F3B é um dos mais desconhecidos aviões navais do EUA, sendo utilizado como caça baseado em porta-aviões durante a década de 20.

Minha montagem beta do meu modelo artesanal do Mistubishi B2M na 1/100 continua, de maneira devagar mas continua, atualmente além do airframe básico concluso, estou desenhando o trem de pouso e os struts de centro…

 Além de tudo isso, ainda estou mechendo no modelo multimédia da nave do Zanac, espero em breve poder sair do estágio de montagem para pintura…

Nave Zanac no seu primer branco básico…

 Bem gente, de montagens acho que era isso, espero atualizar o blog em breve, com novos artigos da Antologia da Av. Naval e no Taller e na série especial sobre aeronaves e SF. Em breve novidades.

 

 

Mais um Guia de Montagem, dessa vez apresento: Fairey IIID 1/100

Bem amigos e amigas, apresento mais um guia de montagem, dessa vez a construção de um clássico da história da aviação, o Fairey IIID utilizado por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, na primeira travessia do Atlântico Sul, neste modelo realizo poucas custumizações e apresento de uma maneira geral as minhas técnicas de montagem. Espero que gostem dessa página. Ela pode ser visitada no menu Taller del Peres ou então aqui .

Relembrando que esse modelo é uma repintura minha, e pode ser adquirido na Ecardmodels por um preço módico via Cartão de Crédito ou Paypal, maiores informações no meu catálogo aqui no Blog…

Uma Pequena Reportagem sobre o meu Canto…

Olá a todos!

Apresento numa reportagem especial inserida no Taller del Peres, como é o meu espaço de trabalho, espero que vocês gostem de ver onde eu crio minhas pequenas criações 1/100 (ok algumas nem tão pequenas assim…) A matéria pode ser lida aqui.

Mais um passo a passo ilustrativo.

Bem gente continuando com a nossa “escola de papel”, apresento mais um tutorial, originalmente ele tinha sido publicado na IPMS Porto Alegre, mas como todos sabem saí daquela instituição por motivos que não precisam mais ser declarados aqui, então tratei de resgatá-lo, por que é uma boa demonstração de técnicas básicas de modelismo em papel, que podem ser aplicadas em qualquer modelo de papel, nos mais diferentes graus de dificuldade. Vocês acessam o artigo, no menu El Taller del Peres ou então aqui. Boa leitura meu povo!!!