Retrospectiva Modelista 2014

Bem amigos e amigas, mais um ano que se vai e mais uma vez é tempo de nossa Retrospectiva modelista, que esse ano teve recorde de montagens!

Para acessar a página clique AQUI.

Ou então vá na aba no Taller que é sem erro.

Um feliz 2015!

Douglas TBD-1 Devastator – Thaipaperwork – 1/100

Acho que por enquanto, o meu surto da US Navy fica mais ou menos acalmado… :)

Douglas_TBD-1_VT-6_in_flight_c1938

Mais novo modelo adicionado a minha coleção US Navy na escala 1/100. Uma outra versão do famoso aerotorpedeiro da US Navy o Douglas TBD-1 Devastator, em cores de tempo de Guerra este TBD está nas cores do VT-6 baseado na Ilha de Wake em 1942 durante os movimentos da Batalha de Midway. O Devastator foi ao tempo da sua introdução (1936) o mais moderno avião naval do Mundo, porém foi rapidamente considerado obsoleto, pois era incapaz de sobreviver aos aviões de caça dos japoneses. Foi substituído na linha de frente pelo famoso Grumman TBF/TBM Avenger a partir de 1942. Modelo na escala 1/100 gratuito desenhado pelo designer Nobi da Thaipaperwork.

Um modelo diferente: Goodyear/ Zepellin ZRS-5 USS Macron 1/388 – Murphs Models

Um modelo diferente

Desta vez é o USS Macron, um dirigivel unico da US Navy, pois foi junto com o seu irmão, o USS Akron, os únicos porta-aviões aéreo da história. Esse grande barco aéreo carregava cinco caças Curtiss F9C Sparrowhawk, desenhados especialmente para operar com o Akron e o Macron.

800px-NH43901-enhanced

USS_Macon_at_Moffett_Field

A construção do ZRS 5 iniciou em 1933, até o surgimento do Hindenburg o Macron foi o maior dirigivel do Mundo. Usado pela Marinha Americana para escolta e reconhecimento, sua característica mais marcante era ter um hangar interno e um pod que era suspendido e usado para esconder o Macron sobre as nuvens e o pod ficava abaixo da linha dela.

USS_Macon_spy_basket_1934 N2Y-1_USS_Macon_hangar_NAN9-75 e_3_p24

O Macron foi perdido em 1935 durante uma tempestade na costa da California, por uma falha estrutural, os seus restos foram encontrados no fundo do mar em 1996 incrivelmente preservados.

http://www.mbari.org/news/news_releases … ruise.html

Dito isso, vamos a montagem…

Modelo Finalizado

Modelo disponível para compra na Murph’s Models.

Um Clássico em Papel – Vought F4U-1a Corsair 1/100 – Thaipaperwork

98025

O Vought F4U Corsair dispensa apresentações! É um dos mais míticos aviões de combate já produzidos na história da aviação naval, sendo o avião de combate à pistão que mais tempo ficou em produção nos EUA. A história do F4U começa no início dos anos 40, quando a Vought Aircraft procurou criar o mais potente avião de caça embarcado já produzido até então, com um potente motor Pratt & Whitney R2800 de 2000 Hp. O Corsair girava uma hélice Hamilton Standart de mais de 2M de diametro, a maior já utilizada em um caça monoposto até aquela época, por conta disso, os engenheiros da Vought criaram o layout de asa de gaivota caracteristico para manter o trem de pouso curto e ao mesmo tempo poder operar a gigantesca hélice, além de dar maior robustez ao avião. Na Marinha dos EUA muita gente achava que o F4U não poderia operar em porta-aviões, os Britânicos deram provas ao contrário que o Corsair era excelente e podia atuar mesmo em CAM’s e pequenos Porta-Aviões de escolta. Inicialmente a Marinha dos EUA usou este incrível caça contra os aviação japonesa em campos de terra no pacífico. Porém após 1942 com a introdução da Classe Essex os Corsair foram elemento permanente nas esquadrilhas baseadas em porta aviões atuando como caças-bombardeiro. Ficou longos anos em uso após a II Guerra, tendo destaque na Guerra da Coréia , na intervenção franco-britânica no Suez em 1956 e na infame Guerra do Futebol entre Honduras e El Salvador, onde ambos os paises em plenos 60’s ainda usavam Corsair e os empregaram no conflito. Meu modelo representa um F4U-1A um dos mais famosos que pertenceu ao ás do USMC o Major Greg Boyington comandante da VMF-214 em ação nas Ilhas Salomão contra a Aviação Naval Japonesa em 1943. Excelente modelo gratuito da Thaipaperwork.

Curtiss SOC -3 Seagull com a Catapulta – 1/100 – Thaipaperwork + Scratch

Curtiss_SOC-1_zps91dc374d

A minha mais recente adição a coleção é um avião bem interessante, trata-se de um Scout da US Navy, o Curtiss SOC-3 Seagull. Desenvolvido nos anos 30 para substituir o Vought O2U/SU Corsair nos cruzadores e couraçados da Marinha dos EUA, o Seagull tinha como principal caracteristica o intercambio entre trem de pouso com rodas e flutuadores. Foi usado da metade da década de 30 até o fim da II Guerra Mundial, apesar do surgimento de outros hidroaviões mais modernos como o SO3C, o Vought OS2U Kingfisher e o Curtiss SC-1. Era amado por seus pilotos por ter boas características de vôo, os SOC-3 foram usados como escolta de navios de batalha, correção de artilharia, reconhecimento aerofotográfico, COD, MEDEVAC, ASW, SAR. O meu modelo na 1/100 foi desenhado pelo designer Nobi da Thaipaperwork, a catapulta de deck P IV é um scratchbuilding meu.

Fotos de Preparação do Modelo e da Catapulta

Fotos da Catapulta

IMG_2915_zpsc230683b 10649583_10201368620935866_1201910639612633348_n_zpsf2850858

Modelo Finalizado

Modelo Completo com a Catapulta P IV

Martin T4M1 (With Floats) – Scissors and Planes 1/100

Continuando com a exposição das montagens do mẽs passado.

Dessa vez um clássico dos anos de 1930. O “Caminhão de torpedos” Martin T4M. Um grande biplano de três lugares produzido pela Martin Aircraft. Apesar de convencional, era um avião muito apreciado por seus pilotos pela estabilidade. O avião em, particular representa uma das aeronaves de reconhecimento do USS Heron (AVP-2), um pequeno tender de hidroaviões em operações no pacífico na primeira metade da década de 30. Antes do advento do radar, a maneira que os navios de guerra tinham alcance era através da observação por aviões carregados por eles, ou então por navios especializados em carregar essas aeronaves conhecidos como tenders.

110201011

O modelo é do editor Scissor and Planes, se eu contar que o autor desenha o seu modelo com uma macro no Excel que calcula as áreas desdobradas de uma planta de avião e desenha usando as ferramentas vetoriais do World, é capaz de não acreditarem. Esses modelos do autor são na escala 1/100, mas tem desenho simples para serem montados rapidamente, o que não foi o meu caso pois fiz uma série de customizações no modelo.

IMG_3097 IMG_3084 IMG_3095 IMG_3094

Douglas A-1 Skyraider: AD-4 e A-1H na 1/100 – Murph’s Models

Bem amigos, retomando as nossas montagens. É tempo de apresentar o que ficou pronto de lá para cá.

13561

Bem amigos. Mais um modelo finalizado que estou postando aqui para voces no meu horário de almoço. Trata-se do Douglas AD-4 Skyraider. Um ícone da guerra fria e ao mesmo tempo um anacronismo na era do jato. Conhecido também como “Sandy”, “SPAD” e Flying Dump Truck (Caminhão de Lixo Voador) a história do Skyraider começa ainda em 1944, quando a US Navy emitiu um requerimento para um novo Bombardeiro/Torpedeiro com base em porta-aviões. Depois de uma série de redesenhos, surgiu a forma do Skyraider, embora lembrando um caça, era um grande avião com um potentíssimo motor Wright R-3350-26WA de 2600 Hp o AD-4/5 podia levar 3600 kg de armas de bombas de ferro até casulos com miniguns, napalm, bombas incendiárias, fósforo branco, lança foguetes dos mais variados, bombas antipessoal. Foi extensivamente usado na Guerra da Coreia como avião de ataque e no Vietnan como aeronave COIN. Em pelo menos duas ocasiões os Skyraider se envolveram em combates aéreos, sendo que numa dessas abateu um jato MiG-17F com seus quatro canhões de 20 mm. Os últimos foram aposentados em forças aéreas africanas nos anos 80. Modelos da Murph’s Models reduzido para a escala 1/100.

O exemplar assunto do meu modelo é um AD-4 da Marinha Americana, equipado para bombardeiro de mergulho, durante a Guerra da Coréia. 

Este Skyraider da US Navy está configurado para interdição no campo de batalha, com armas terríveis: um tanque de 750 l de combustível/napalm, dois tanques de 250 l de napalm, 4 bombas incendiárias M-36, 2 pods de foguetes M-57 Zuni, 1 bomba de termite (fósforo branco) M-41 e uma bomba-patente (uma gozação que a Marinha dos EUA fez envolvendo um bomba de ferro de 75 kg em um vaso sanitário, para comemorar a tonelagem de carga bélica lançada contra posições vietnamitas).

Douglas A-1H Skyraider, usado pela VNAF para ataque ao solo e interdição no campo de batalha. Distinguia-se dos equipamentos da USN, por ter uma suite de comunicação mais avançada.

Bem amigos por enquanto é só. 😉

Novo Modelo Finalizado – Grumman TBF-1C Avenger

Ola a todos e todas!

Eis o meu último modelo adicionado à coleção, trata-se do clássico da II Guerra Mundial,  Grumman TBF-1C Avenger.

9247bc54e2f55f26658694679afad1ef O grande torpedeiro da marinha americana Grumman TBF-1C Avenger, desenvolvido pela famosa Grumman Aircraft, essa aeronave substituiu a partir de 1942 os Douglas TBD-1 Devastator e foi uma das aeronaves vencedoras da II Guerra Mundial, sendo utilizada tanto na batalha do Atlântico contra a força de submarinos da Kriegsmarine, quanto contra a Marinha Imperial Japonesa, foi a aeronave do presidente George Bush (pai) que era piloto de TBM, e foi esse com esse tipo de aeronave que o fatídico vôo FT-28 desapareceu no misterioso Triângulo das Bermudas, quando uma esquadrilha inteira deles sumiu. Após a Guerra um sem número de nações usaram o Avenger para guerra ASW, AEW, COD. A AN-MB (Aviação Naval da Marinha do Brasil) teve alguns exemplares desse grande avião em todos os sentidos que operaram brevemente no NAeL Minas Gerais. O modelo está com asas dobradas o que é comum em aeronaves navais para estocagem e hangaragem. Beta model do designer Nobi na escala 1/100.

Aspectos da Montagem

Modelo Finalizado

Até a próxima pessoal! 😉

Ahhh lembrando, que esse modelo pode ser baixado gratuitamente na Thaipaperwork Store, clique aqui.

Grumman F8F Bearcat – Thaipaperwork na escala 1/100.

Mais um modelo da profícua série na escala 1/100 do design Nobi da Thaipaperwork, finalizado. Dessa vez é o clássico Grumman F8F Bearcat.

_BEL1053 F8F-2P NX747NF BuNo 122614 left side taxiing lO Grumman F8F Bearcat, dispensa apresentações é um warbird clássico, foi desenvolvido ainda durante a II guerra mundial, englobando as experiências de combate da US Navy e da Grumman com a fabricação do Hellcat. Infelizmente o Bearcat chegou tarde demais para lutar com a Marinha Americana contra os japoneses e ficou pouco tempo em serviço no pós guerra por conta do advento dos aviões a jato. No entanto foi exportado para a França, Thailandia e Vietnan, sendo que com o primeiro teve operacionalidade de combate na Indochina. O modelo do Nobi, Thaipaperwork representa um F8F do 2º esquadrão de caças bombardeiros da Real Força Aérea da Thilandia nos anos 50. Modelo na escala 1/100.

Aspectos da Preparação do Modelo:

Modelo Finalizado:

Lembrando que em breve ele estará disponível para download na Thaipaperwork.

Até a próxima 😉

Grumman F6F-5 Hellcat – Thaipaperwork – 1/100

O Hellcat dispensa comentários e apresentações! O F6F-5 foi  um dos principais caças navais americanos da II Guerra Mundial, amplamente utilizado durante a guerra do Pacífico contra os japoneses. Este modelo representa um dos Hellcats pilotado pelo ás da Marinha Americana David McCampbell,  o “Minsi II”.

mccampbell

Mc Campbell foi o principal piloto da esquadrilha VF-15 baseada no porta-aviões USS Bon Home Richard. Terminando a guerra com 34 vitórias contra a aviação japonesa, sendo agraciado com a Medalha de Honra do Congresso, a mais alta condecoração militar norte americana. Modelo Thaipaperwork nativo na 1/100 e a minha mais recente adição a coleção US Navy.

O Hellcat é mais uma das adições do Nobi  sua coleção na escala 1/100, é um modelo apesar do tamanho bem simples de ser construído, e que fica muito simpático quando finalizado. O modelo é gratuíto e pode ser baixado aqui.